Topo

Futebol


Emelec pega Fla com técnico de saída e pressionado após festa em 'karaokê'

AGUSTIN MARCARIAN/REUTERS
Festa de jogadores do Emelec em karaokê irrita torcida pelo mau momento do time Imagem: AGUSTIN MARCARIAN/REUTERS

Arthur Sandes

Do UOL, em São Paulo

2018-05-16T04:00:00

16/05/2018 04h00

Para garantir classificação na Copa Libertadores, basta ao Flamengo vencer um rival imerso em crise nesta quarta-feira (16). O Emelec chega ao Brasil com o técnico de saída e tenta administrar a pressão após o vazamento de um vídeo que mostra quatro jogadores em aparente estado de embriaguez quando curtiam a noite em um karaokê (assista mais abaixo).

É possível argumentar que o divertimento na noite não deveria ser problema, mas a torcida do Emelec entende o contrário. O vídeo vazou na última terça-feira (15), dia em que a equipe viajou ao Rio de Janeiro, mas teria sido gravado há quase um mês. Os envolvidos são os defensores Francisco Silva e Jorge Guagua, o meia Estéfano Arango e o atacante Marlon De Jesús.

Do quarteto, apenas Guagua viajou ao Brasil para enfrentar o Flamengo. “Da minha parte só posso pedir desculpas ao Emelec, ao presidente do clube, ao corpo técnico e à torcida. Tenho consciência de que não era o momento de sair pelo mau momento que estamos passando”, admitiu o zagueiro.

Os outros três envolvidos foram cortados pelo treinador Alfredo Arias, que não suportou as más campanhas e anunciou o pedido de demissão nesta semana. Na Copa Libertadores o time é lanterna do grupo 4, enquanto no Campeonato Equatoriano é apenas o quarto colocado.

O confronto no Maracanã é o último em dois anos de Arias no Emelec, e o estádio parece ter sido fundamental para que ele aguentasse mais alguns dias no cargo. “Não conheço o Maracanã, então será uma sensação totalmente incrível. Dentro de mim há uma pequena luz que diz que podemos fazer outro Maracanazo”, sonha o técnico.

Contra o rival em crise, o Flamengo precisa de uma vitória simples para assegurar a sua vaga nas oitavas de final, pois assim abriria cinco pontos sobre o Santa Fe-COL na penúltima rodada. Um empate adiaria a disputa particular para semana que vem; enquanto uma vitória equatoriana embolaria tudo e devolveria o Emelec à briga.

Mais Futebol