Organizada do Palmeiras xinga Roger Machado e é vaiada no Allianz Parque

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • Mariana Bazo/Reuters

Apontado pela Mancha Alviverde como o culpado pela derrota por 1 a 0 para o Corinthians no Dérbi do último fim de semana, pelo Campeonato Brasileiro, o técnico Roger Machado foi hostilizado pela torcida uniformizada antes do apito inicial de Palmeiras x Junior Barranquilla, nesta quarta-feira (16), pela Copa Libertadores. O time alviverde venceu o duelo por 3 a 1.

Com o grito de "Roger, c*, fora do Verdão!", o grupo ratificou a cobrança em redes sociais pela saída do treinador. A reação, no entanto, não recebeu apoio dos demais palmeirenses na arquibancada. Assim que o cântico ofensivo ecoou, os outros setores do estádio reagiram com vaias à organizada.

O protesto foi focado apenas em Roger Machado. Nenhum jogador do Palmeiras foi xingado, e os gritos de apoio ao Palmeiras foram cantados ininterruptamente nos minutos iniciais da partida.

No intervalo, porém, os ânimos ficaram mais exaltados. Boa parte da torcida vaiou o Palmeiras pelo empate sem gols na primeira etapa, mas o placar só se manteve inalterado graças a duas grandes defesas de Fernando Prass. "Não é mole, não! Muito dinheiro para pouca obrigação!", gritou a Mancha.

Classificado antecipadamente às oitavas de final, o Palmeiras entrou em campo com o objetivo único de ratificar a melhor campanha da fase de grupos da Libertadores; e foi justamente o que aconteceu com a vitória sobre os colombianos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos