Roger explica Prass capitão e exalta eficiência de Borja na frente do gol

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

  • PAULO WHITAKER/REUTERS

    Roger comemora com Borja um dos três gols do palmeirense contra o Junior

    Roger comemora com Borja um dos três gols do palmeirense contra o Junior

O técnico Roger Machado surpreendeu ao tirar a faixa de capitão do Palmeiras de Dudu e dá-la a Fernando Prass para o jogo contra o Junior Barranquilla nesta quarta-feira (16), pela Libertadores. Após a vitória por 3 a 1, com grande atuação do goleiro que vem sendo reserva de Jailson na temporada, o treinador explicou a escolha e exaltou o experiente camisa 1. Assista aos gols da partida.

"Todo atleta que joga bem coloca um ponto de interrogação no treinador. Mas isso dá a certeza para o treinador que você pode colocar o jogador a qualquer instante. Hoje o Prass foi o capitão por tudo que ele fez no clube. Eu tenho três goleiros de excelente nível, experientes, que sabem o que podem daqui para frente", disse o técnico.

Dudu também falou sobre a situação e indicou que, a partir de agora, a faixa pode não ter mais um dono fixo. "Conversei com o Roger e com o Alexandre (Mattos, diretor de futebol), que era bom rodar a faixa, para todos do grupo terem uma responsabilidade também do momento que a gente está vivendo", afirmou o jogador.

Roger ainda elogiou a atuação de Miguel Borja, um dos únicos titulares escalados desde o início ao lado de Dudu, que jogou por estar suspenso para a partida contra o Bahia no fim de semana. Já o colombiano foi utilizado porque deixará o grupo alviverde em breve para se juntar à sua seleção na preparação para a Copa do Mundo de 2018.

"A utilização do Miguel foi para usá-lo ao máximo até o momento final da convocação. Depois disso, não vai estar mais conosco. Pensei em colocar em um time sem a presença do Miguel, mas achei prudente colocar, e ele ser importante como foi", afirmou o treinador.

"O Miguel todos nós aprendemos a conhecer, e sabemos que para ser o artilheiro que a gente deseja, ele precisa ser municiado. Nos jogos em que a gente não cria, ele acaba passando em branco. A eficiência do Miguel foi muito alta. Em quatro ou cinco chances, fez três. Nem sempre vai ser assim, mas ele ajudando na marcação vai ser sempre importante", completou.

O Palmeiras conquistou a melhor campanha da Libertadores com a vitória e ganhou a vantagem de decidir todos os mata-matas em casa até uma eventual final. O time espera o sorteio das oitavas de final, que será realizado pela Conmebol em 4 de junho, para conhecer seu próximo adversário na competição.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos