"Equívocos todos cometem na vida", diz Zé Ricardo sobre afastados do Vasco

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Carlos Gregório Júnior / Flickr do Vasco

    Técnico Zé Ricardo preferiu proteger os jogadores afastados pelo Vasco

    Técnico Zé Ricardo preferiu proteger os jogadores afastados pelo Vasco

Aliviado com a vitória por 2 a 0 sobre a Universidad de Chile (CHI) pela Libertadores que deu a classificação para a Copa Sul-Americana como prêmio de consolação, o técnico Zé Ricardo preferiu proteger os quatro jogadores que foram afastados pela diretoria do Vasco. Em sua avaliação, erros acontecem.  Assista aos gols da partida.

"Já repeti diversas vezes que esse grupo tem grande caráter, gosta de trabalhar e estar juntos.  Equívocos todos nós cometemos nas nossas vidas. Houve um episódio, a diretoria tomou uma decisão e, no Rio de Janeiro, de cabeça fria, verão as responsabilidades. O que fizemos foi nos reunirmos e para fazermos um grande jogo. Chegamos aqui com a possibilidade da Sul-Americana e nos agarramos a ela. É um grupo que trabalha bastante", declarou.

Zé Ricardo aproveitou para filosofar na entrevista coletiva no estádio Nacional, em Santiago (CHI):

"Penso que no jogo de futebol tem que levar para o campo muito do que temos nas nossas vidas. E como esse grupo tem um grande caráter, sabia que faríamos um grande jogo".

Entenda a polêmica dos afastados

Conhecidos por estarem sendo vaiados em algumas partidas da equipe este ano, Wellington, Paulão, Evander e Gabriel Félix - além do zagueiro Erazo e dos laterais Rafael Galhardo e Fabrício - posaram para uma foto no estádio Nacional (CHI) e a postaram com a legenda "uuuu", numa alusão às vaias. Os mesmos deram risadas nos comentários.

As publicações causaram forte revolta nos torcedores, que as interpretaram como "ironia" e "deboche". Diante da repercussão, elas foram apagadas. Em seguida, Evander, Paulão e Gabriel Félix postaram um texto igual pedindo desculpas e alegando que o momento do clube não é o ideal para brincadeiras.

Alexandre Campello interpretou que o ato foi ofensivo ao Vasco e à torcida.

"Acho que essa é uma postagem que ofende a história e o nome do Vasco e a sua torcida. Os próprios jogadores entenderam que a postagem foi inadequada. Se arrependeram, já pediram desculpas. Eles foram punidos na medida exata daquilo que eles cometeram. Foram afastados", disse ao Sportv.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos