Mano crê que bom início atrapalhou Cruzeiro contra o Racing: "Nos iludiu"

Enrico Bruno e Thiago Fernandes

Do UOL, em Belo Horizonte

  • Vinnicius Silva/Divulgação/Cruzeiro

    Mano Menezes, técnico do Cruzeiro, fala sobre a atuação contra o Racing, da Argentina

    Mano Menezes, técnico do Cruzeiro, fala sobre a atuação contra o Racing, da Argentina

Mano Menezes ficou feliz com a atuação do Cruzeiro no triunfo por 2 a 1 sobre o Racing, da Argentina, no Mineirão. O treinador, no entanto, acredita que o bom início no duelo válido pela sexta rodada do Grupo 5 da Copa Libertadores "iludiu" a equipe. Clique aqui e assista aos gols.

O treinador se lembrou do início do jogo, quando os seus atletas marcaram dois gols em 11 minutos. Ele crê que este começo teve efeito contrário do que gostaria em campo.

"Fizemos uma grande recuperação na competição. Nosso segundo turno é um segundo turno de 100% de aproveitamento. Tivemos uma derrota no primeiro jogo. Sofremos gol só do Racing, quatro na primeira partida e um hoje. Agora podemos sim falar para o nosso torcedor, que acabou a fase de grupos e se classificou, mas não só isso, como em primeiro. Bateu um dos últimos invictos da competição. Talvez esse início de 2 a 0, tão cedo, como foi, nos iludiu um pouquinho", declarou.

"Talvez, tenhamos nos iludido com facilidades que não existem na Copa Libertadores. Colocamos o rival de novo no jogo e perdemos o controle do jogo no primeiro tempo. Ao perdermos o controle, foi possível ver a qualidade do adversário. Voltamos mais organizados no primeiro tempo, mas mesmo com o volume do adversário, nos mantivemos mais bem posicionados", acrescentou.

Embora tenha tido menos posse de bola - a segurou por 35% do tempo contra 65% do adversário -, o Cruzeiro finalizou mais vezes (foram 13 chutes a gol contra oito do rival). O técnico falou sobre as chances perdidas e crê que o time poderia ter marcado até cinco no duelo.

"Não se pode perder gols quase feitos como hoje. Poderíamos chegar a quatro ou cinco do nosso lado. Ficamos satisfeitos com o que produzimos na segunda parte da fase de grupos. Fizemos a obrigação de um time campeão da Libertadores, que é passar pela fase de grupos. Agora são jogos de 180 minutos e, a cada 180 minutos, um time vai passar", comentou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos