Topo

Futebol


Dono de placa no novo Mineirão, E. Ribeiro é referência em Cruzeiro x Fla

Enrico Bruno e Vinicius Castro

Do UOL, em Belo Horizonte e no Rio de Janeiro

2018-08-29T04:00:00

29/08/2018 04h00

Cruzeiro e Flamengo duelam nesta quarta-feira (29) por uma vaga nas quartas de final da Copa Libertadores. A partida será realizada no Mineirão, às 21h45 (de Brasília), e tem em Everton Ribeiro um personagem central. Em alta no Rubro-negro, o meia também possui uma história de sucesso na equipe celeste. Ele volta ao estádio que o ajudou a virar ídolo. Além de ter sido bicampeão brasileiro, foi lá que fez o primeiro gol de placa após a reforma do palco. O rival era ninguém menos do que o Flamengo.

Por conta da derrota por 2 a 0, em pleno Maracanã, na partida de ida, os cariocas precisam de todo o talento de Everton Ribeiro para reverter o placar. O Rubro-negro tem de vencer por três gols de diferença para avançar. A repetição do primeiro resultado a favor dos visitantes leva a decisão para os pênaltis. Vitória por dois gols de diferença - a partir de 3 a 1 - dá a vaga ao Flamengo.

Washington Alves/Vipcomm
Everton Ribeiro recebeu uma placa pelo golaço contra o Flamengo no Mineirão Imagem: Washington Alves/Vipcomm
A história de Everton Ribeiro é vasta no Mineirão. Era o ano de 2013 quando ele protagonizou um dos lances mais plásticos do estádio recém-inaugurado para a Copa das Confederações e Copa do Mundo. Pelas oitavas da Copa do Brasil, fez um golaço contra o Flamengo, o que motivou a criação da primeira placa do novo palco.

No lance em que ficou eternizado, Everton recebeu a bola na entrada da área, chapelou o volante Luiz Antonio e chutou de primeira para superar o goleiro Felipe, fazendo o gol da vitória por 2 a 1. Na época, a diretoria do Cruzeiro e a Minas Arena, administradora do Mineirão, optaram por homenageá-lo com uma placa eletrônica. O totem exibia o vídeo do gol e a sequência do lance em imagens. Em comum acordo, as partes concordaram em deixá-lo por um tempo determinado na zona mista, diferente daquelas tradicionais placas afixadas no estádio ao longo dos anos. Meses mais tarde, foi retirado e passou a ser exibido em outros locais, como a Toca da Raposa II.

“O Everton Ribeiro tem uma história muito bacana aqui no Cruzeiro, fez parte do time que ganhou o Campeonato Brasileiro por dois anos seguidos. Muito gente boa, cara do bem, de grupo, mas que agora está do outro lado. Conhecemos as características dele, embora seja um jogador que tenha um feeling de cálculo muito rápido nas decisões. Mas esperamos marcá-lo para que o Cruzeiro saia classificado”, afirmou o zagueiro Léo.

Pelo Flamengo, Everton Ribeiro soma 77 jogos oficiais. São 15 gols marcados e algumas pinturas vestindo vermelho e preto. A mais recente foi na goleada por 4 a 1 sobre o Sport (veja vídeo abaixo). O conhecido talento demorou a aparecer na Gávea depois de alguns anos nos Emirados Árabes.

Ribeiro chegou a ser vaiado pela exigente torcida do Flamengo em alguns jogos até se reencontrar. Agora, o camisa 7 é referência rubro-negra entre os titulares, como já foi em outros tempos no Cruzeiro. O futuro dirá se será decisivo mais uma vez em um dos seus palcos prediletos. Um fato, porém, é incontestável. Everton e Mineirão serão sempre grandes amigos.

“O Everton Ribeiro está em um momento muito bom. Ele tem condições de fazer a diferença para o Flamengo e tem história em Minas. Tem tudo para ser um fator de desequilíbrio”, encerrou o técnico Maurício Barbieri, esperançoso em uma virada histórica dos visitantes.

CRUZEIRO x FLAMENGO

Data/hora: 29/08/2018, às 21h45 (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Andrés Cunha (URU/FIFA)
Auxiliares: Nicolas Taran (URU) e Maurício Espinosa (URU)

Cruzeiro
Fábio; Edilson (Lucas Romero), Dedé, Léo e Egídio; Henrique e Lucas Silva; Thiago Neves, Robinho e Arrascaeta; Barcos (Raniel)
Técnico: Mano Menezes

Flamengo
Diego Alves; Rodinei, Réver, Léo Duarte e Renê; Cuéllar, Lucas Paquetá, Diego, Everton Ribeiro e Vitinho; Henrique Dourado
Técnico: Maurício Barbieri

Mais Futebol