F. Melo volta a gerar polêmica fora de campo e vira assunto na Argentina

Danilo Lavieri, Leandro Miranda e Jeremias Wernek

Do UOL, em São Paulo e em Buenos Aires (Argentina)

  • Reprodução

    Felipe Melo tomando vinho com painel encarando Messi de fundo

    Felipe Melo tomando vinho com painel encarando Messi de fundo

Todo o ambiente de uma semifinal de Libertadores entre Palmeiras e Boca Juniors ganhou mais um ingrediente no começo da semana. No último domingo, Felipe Melo postou uma foto nas redes sociais mostrando um quadro em que aparece discutindo e encarando Lionel Messi, em duelo Brasil x Argentina. Nesta segunda, ele embarcou com o restante do elenco para Buenos Aires e voltou a chamar atenção por conta de alguma atitude bem longe dos gramados.

A relação entre clube, torneio e jogador sempre teve episódios fora das quatro linhas. Começou na entrevista de apresentação, com a frase "tapa na cara de uruguaio" e teve seu ápice na batalha campal no jogo contra o Peñarol. A foto em que ele acerta um soco no rosto de um adversário também virou decoração na casa do meio-campista.

Recentemente, ele voltou aos jornais por ser suspenso por dois jogos após ser expulso contra o Cerro Porteño. Por este último episódio, foi multado no salário e prometeu melhorar. Evoluiu depois de conversa interna com comissão técnica e diretoria, mas seguiu levando cartões no Brasileirão: é o jogador que mais foi advertido no torneio.

Apesar das polêmicas, a foto com Messi foi encarada na Argentina como uma tentativa válida de Felipe Melo de "esquentar" o clima do jogo. Jornalistas e torcedores do Boca ouvidos pela reportagem disseram que a provocação é saudável. Ainda assim, ao longo do dia, vários programas esportivos argentinos exploraram o ocorrido com a foto, com alguns comentaristas reclamando de desrespeito.

Mesmo sem condenar a atitude de Felipe, alguns torcedores acreditam que ele pode se tornar "alvo" das arquibancadas na partida. A maioria, porém, elogiou o estilo do volante palmeirense, que tem a simpatia de muitos xeneizes por ter declarado no jogo da primeira fase, vencido pelo Palmeiras por 2 a 0, que torce para o Boca na Argentina e que sempre sonhou em jogar na Bombonera.

O mais provável é que Felipe Melo inicie a partida no banco de reservas, já que foi titular na vitória de domingo sobre o Ceará, no Brasileirão, enquanto o concorrente direto da posição, Thiago Santos, descansou por estar suspenso. Ainda assim, o camisa 30 já é um dos principais personagens do duelo e vai voltar a encontrar Nahitan Nández, um dos jogadores envolvidos na confusão com o Peñarol no ano passado. Se depender da vontade de Felipão, o volante voltará a ser assunto após a partida - mas apenas pelo rendimento dentro de campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos