"Perdemos": Olé lamenta e classifica River x Boca como fracasso argentino

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Reprodução

    Capa do Olé desta quarta-feira (28)

    Capa do Olé desta quarta-feira (28)

A decisão da Conmebol de tirar da Argentina a decisão entre River Plate x Boca Juniors estampou os principais jornais do país sul-americano. Principal representante do campo esportivo, o Olé lamentou profundamente e produziu nesta quarta-feira (28) uma capa com tom de tristeza pela retirada da final da Copa Libertadores do Monumental de Nuñez: "Fracasso argentino."

No texto, o diário classifica todos como "derrotados" com a transferência da partida para outro país, depois de torcedores do River Plate atacarem o ônibus da delegação do Boca Juniors na chegada ao Monumental de Nuñez, no sábado.

"River perdeu por não jogar em seu estádio com torcedores e não terá igualdade de condições. (...) Boca perdeu porque queria a Copa Libertadores no escritório depois da agressão brutal, mas terá que aceitar jogar", diz o Olé ao falar da consequência do veredito da Conmebol.

"(...) Perdeu o país por perder a chance de viver uma festa pela negligência e incapacidade das forças de segurança e violência dos 'barras'. Perdemos os torcedores: tiraram-nos o sonho, a gana e o entusiamo de disfrutarmos de uma final única. Somos os mais castigados", acrescenta o jornal.

O episódio de violência contra o Boca Juniors fez a Conmebol tirar a partida da Argentina, já que as autoridades do país não garantiram a segurança para receber o público em uma nova data.

O Qatar aparece como favorito a receber a partida final entre River x Boca, agendada para 8 ou 9 de dezembro. Quem vencer será campeão da Copa Libertadores e irá representar a América do Sul no Mundial de Clubes. No primeiro jogo, os arquirrivais empataram por 2 a 2, em La Bombonera.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos