Tévez sobre ser reserva: "Sou mais perigoso quando entro durante o jogo"

Do UOL, em São Paulo

  • Rubens Cavallari

Carlos Tévez não parece incomodado em ocupar o banco de reservas do Boca Juniors. Nesta sexta-feira (7), em entrevista à emissora "Tyc Sports", o atacante demonstrou estar ciente de que seu rendimento é melhor quando entra no decorrer das partidas. Assim como na primeira decisão, o jogador deverá ser opção do treinador Guillermo Barros Schelotto, na final da Copa Libertadores do próximo domingo (9), contra o River Plate, em Madri.

"Cada um tem que saber a idade que tem e em qual situação está; óbvio que sou mais perigoso quando encontro os defensores dos outros times cansados", disse Carlitos após treinamento da equipe xeneize.

Tévez tem 34 anos de idade e foi reserva durante a maior parte da temporada argentina. Questionado se poderia ter mais protagonismo no seu time, o camisa número 23 foi sincero: "Meu corpo não é o mesmo de quando eu tinha 20 anos."

Boca Juniors e River Plate se enfrentam pela derradeira final da Libertadores após o empate em 2 a 2 no confronto de ida, no estádio La Bombonera.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos