UOL Esporte Liga dos Campeões
 
20/10/2009 - 18h40

Em dia de zebras, Barcelona perde para Rubin em casa; Inter empata

As zebras andaram soltas pelo grupo F da Liga dos Campeões. Favoritos, Barcelona e Internazionale decepcionaram seus torcedores nesta terça-feira, na terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. As duas equipes tropeçaram em casa: o Barça perdeu por 2 a 1 para o Rubin Kazan; já a Inter ficou no 2 a 2 com o Dynamo Kiev e caiu para a última posição da chave.

anu Fernandez/AP
Rubin Kazan surpreendeu Barcelona e ganhou por 2 a 1 em pleno Camp Nou
Alberto Pellaschiar/AP
Dynamo Kiev ficou duas vezes à frente no placar, mas Inter buscou empate por 2 a 2
VEJA FOTOS DOS JOGOS DA TERÇA
'JOGO DOS GOLS CONTRA' NA ESCÓCIA
LYON VIRA PARA CIMA DO LIVERPOOL
QUIZ: REAL MADRID X MILAN
LEIA MAIS NOTÍCIAS SOBRE FUTEBOL
A partida no Camp Nou começou eletrizante. Com apenas 35 segundos, Xavi saiu na cara do goleiro Ryzhikov, mas a defesa o travou antes da conclusão. A resposta do Rubin veio um minuto depois. Rafa Márquez deixou a bola escapar ao tentar dominá-la; Ryazantsev bateu firme para acertar o ângulo de Victor Valdés e marcar um golaço.

O Barça reagiu e teve boa chance de empatar aos quatro: Ibrahimovic bateu e Ryzhikov mandou pela linha de fundo. Aos dez, o atacante sueco completou um cruzamento da direita, mas pegou mal e o goleiro do Rubin pegou com facilidade. A pressão blaugrana seguia forte. Após boa jogada de Pedro pela esquerda, Daniel Alves mandou para fora aos 15.

Embora criasse oportunidades para empatar, o Barcelona demonstrava nervosismo e falta de pontaria. Aos 24, Ryzhikov espalmou uma cabeçada perigosa de Pedro. Na cobrança de escanteio, Piqué cabeceou por cima. Aos 38, Messi se livrou de um marcador e bateu rasteiro; Ryzhikov pegou de novo.

Na etapa final, o Barcelona enfim foi às redes. Logo aos dois minutos, Ibrahimovic matou no peito um lançamento de Xavi e bateu cruzado para igualar. Com um pouco mais de tranquilidade, o time espanhol quase virou aos 13. Após boa troca de passes, Pedro chutou forte e Ryzhikov defendeu.

O Barcelona pressionava sem ser incisivo em suas ações ofensivas. Ibrahimovic assustou em cobrança de falta para fora, aos 26. O Rubin, fechado na defesa, foi eficiente em um de seus raros avanços. Karadeniz recebeu passe de Dominguez e tocou na saída de Valdés para deixar o Rubin de novo em vantagem.

A torcida blaugrana se desesperou aos 33. Daniel Alves levantou para a área, Messi ajeitou de cabeça e Ibrahimovic acertou o travessão. Ryzhikov apareceu de novo aos 36, ao pegar uma finalização de Xavi. Nos acréscimos, Touré desviou de cabeça na trave esquerda. O dia não era mesmo do Barcelona.

Inter escapa da derrota

Em Milão, a Internazionale escapou por pouco de passar um grande vexame. Apesar do empate por 2 a 2 com o Dynamo Kiev, o resultado foi péssimo para a equipe, que segue sem vencer na fase de grupos da Liga dos Campeões e agora caiu para a lanterna da chave.

Andreu Dalmau/EFE
Josep Guardiola, treinador do Barcelona, deixa o campo cabisbaixo após derrota
Antonio Calanni/AP
Internazionale escapou por pouco de perder para o Dynamo Kiev em pleno San Siro
ARSENAL EMPATA COM MODESTO AZ
KAKÁ: QUERO FAZER GOLS NO MILAN
Mesmo jogando fora de casa, o Dynamo Kiev tomou a iniciativa no início da partida. Aos três minutos, Milevskiy desviou de cabeça e Yarmolenko errou a conclusão. Em uma falha da defesa nerazzurra em uma cobrança de falta, Mikhalik ficou com a bola dentro da área e abriu o placar.

Aos nove, Júlio César e Lúcio não se entenderam em uma cobrança de escanteio e o Dynamo Kiev não aproveitou a nova bobeada. Confusa em campo, a Inter quase levou o segundo aos 26. Eremenko cruzou da direita e Shevchenko, de cabeça, mandou para fora, com Júlio César batido

A primeira finalização perigosa do time italiano veio aos 33, em um chute de Stankovic defendido por Bogush. A Inter se animou e chegou ao empate três minutos depois. Em contra-ataque, Lúcio serviu Stankovic, que tocou de fora da área na saída do goleiro.

O zagueiro brasileiro, porém, transformou-se em vilão aos 40. Em cobrança de escanteio, Milevskiy não alcançou; Lúcio tentou afastar e mandou contra suas próprias redes.

No começo do segundo tempo, a Internazionale empatou. Aos três minutos, Sneijder cobrou escanteio e Samuel cabeceou com precisão. O gol acalmou os donos da casa, que continuaram em cima do rival. Bogush fez defesa difícil aos 18, quando Eto'o completou cruzamento de Chivu.

Lúcio quase complicou a Inter pela segunda vez ao falhar aos 27; Shevchenko perdeu grande oportunidade para fazer o terceiro. Júlio César ainda salvou a equipe italiana aos 30, ao defender conclusão de Shevchenko.

Com os resultados da rodada, a situação no grupo F ficou bem embolada. Barcelona, Rubin e Dynamo Kiev somam quatro pontos, apenas um a mais do que a Internazionale.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host