UOL Esporte Liga dos Campeões
 
03/11/2009 - 21h19

Brandão comemora proximidade dos líderes na Liga e pleiteia chance na seleção

Destaque do Olympique de Marselha no Campeonato Francês, o brasileiro Brandão repetiu as boas atuações nesta terça-feira pela Liga dos Campeões da Europa. O atacante marcou um dos gols na goleada por 6 a 1 sobre o Zurich e ajudou sua equipe a encostar nos líderes do grupo C Real Madrid e Milan. Mas, agora, Brandão também quer uma conquista individual: a vaga na seleção brasileira.

Chateado por não ter sido lembrado por Dunga nos últimos amistosos, já que Hulk, do Porto, e Michel Bastos, do Lyon, foram escolhidos, Brandão não desiste do sonho e acredita que seu bom desempenho recente pode ajudá-lo.

"Quando saiu a convocação para os amistosos esperava ver meu nome. Fiz uma história de sete anos no Shaktar (Donetsk, da Ucrânia), quase fui campeão francês e estou numa equipe de muita torcida e pressão na França. Acho que o Hulk e outros merecem uma chance, já que boa parte da seleção está definida para a Copa. Isso desanima um pouco os brasileiros que estão bem aqui na Europa. Mas não vou desistir deste sonho", disse.

Brandão balançou as redes nos últimos três jogos (Nancy e Toulouse, pelo Francês) e fechou a goleada sobre o Zurich, da Suíça, no Velódrome. O resultado elástico levou o time aos seis pontos, embolando o Grupo C da Liga dos Campeões - que tem Milan e Real com apenas um ponto à frente.

"Tivemos o controle e ganhamos de novo do Zurich, que bateu o Milan em pleno San Siro, algo que podemos fazer. Milan e Real não estão sós. O Olympique tem um elenco guerreiro e podemos conquistar a vaga até na última rodada, quando receberemos o Real em casa, que hoje mostrou ser um caldeirão ao nosso favor", disse.

"O gol foi um presente pela colaboração que dei durante os noventa minutos. Se a equipe mantiver este ritmo, os chamados galácticos terão trabalho", finalizou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host