UOL Esporte Liga dos Campeões
 
03/11/2009 - 19h40

Chelsea empata e se classifica; Porto vence e também fica com vaga na Liga

O grupo D da Liga dos Campeões da temporada 2009/10 já tem seus dois classificados para as oitavas de final com duas rodadas de antecedências. Jogando fora de casa, o Chelsea sofreu, chegou a virar o placar, mas empatou com o Atlético de Madri por 2 a 2. Mesmo assim, o time inglês garantiu sua vaga no mata-mata.

JOGO AGITADO E VAGA DEFINIDA

  • Agüero entrou no segundo tempo e marcou dois gols, mas não evitou a queda do Atlético de Madri

  • Já Didier Drogba também marcou dois gols, só que confirmou a classificação do Chelsea na Liga

Na outra partida da chave, com gol marcado no final do jogo, o Porto derrotou o APOEL, no Chipre, por 1 a 0 e também confirmou sua classificação.

A próxima rodada do grupo D da Liga dos Campeões acontece no dia 25 de novembro. O Porto recebe o Chelsea no estádio do Dragão, enquanto APOEL e Atlético de Madri se enfrentam no Chipre em duelo de eliminados da chave.

Jogo caliente na Espanha
Antes da partida, o clima ficou quente nos arredores do estádio Vicente Calderón em Madri. A polícia espanhola teve de conter um pequeno grupo de torcedores do Chelsea que provocavam os fãs do time da casa. Parte da torcida de ambas as equipes chegaram a arremessar garrafas uns nos outros, próximos de uma estação de metrô, mas os policiais conseguiram debelar a confusão em pouco tempo.

Já em campo, precisando da vitória para se manter com chances de classificação, o Atlético de Madri aproveitava a força de sua torcida. Com isso, começou melhor a partida, indo para cima desde os primeiros minutos. Mesmo assim, não transformava sua maior posse de bola em chances claras de abrir o placar em casa.

A primeira boa chance da equipe espanhola foi aos 20min do primeiro tempo. Vendo o goleiro adversário adiantado, Reyes chutou por cobertura, mas Cech conseguiu voltar a tempo para fazer a defesa. A resposta do Chelsea veio apenas com 31min. Ashley Cole fez bom cruzamento, e Kalou cabeceou por cima, mas com perigo.

Depois da inferioridade técnica no primeiro tempo, a equipe inglesa voltou melhor para a etapa complementar, procurando mais o ataque. Com 5min, o time de Londres acertou a trave rival em cobrança de falta de Drogba.

Tentando dar mais força ofensiva ao ataque, o técnico Quique Sanchez Flores colocou o atacante argentino Sérgio Agüero no lugar de Sinama Pongole. Com isso, o Atlético voltou a ficar mais com a posse de bola e a criar as melhores chances na partida.

E foi exatamente o genro do técnico da seleção argentina Diego Maradona que abriu o placar no estádio Vicente Calderón. Depois de cruzamento desviado pela defesa do Chelsea, a bola sobrou limpa para Agüero, que de primeira e sem deixá-la cair no chão, chutou de forma indefensável para Cech, marcando um belo gol.

Mas a superioridade do Atlético de Madri não durou muito tempo. Em duas jogadas seguidas, o atacante marfinense Didier Drogba desequilibrou, marcou dois gols e colocou a equipe inglesa à frente no placar. Os espanhóis ainda empataram nos acréscimos, novamente com Agüero, mas não foi o suficiente para evitar a eliminação no torneio continental.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host