UOL Esporte Liga dos Campeões
 
03/11/2009 - 20h35

Ovacionado no San Siro, Kaká mostra gratidão, mas ressalta caminho no Real

Kaká ainda mora no coração dos milanistas. Mesmo como adversário, o brasileiro deixou o campo no San Siro sob aplausos e os gritos de 'Ole Kaká' após o empate por 1 a 1 do Real Madrid com o Milan pela Liga dos Campeões da Europa, nesta terça-feira. Diante das homenagens, o meia não escondeu a satisfação no reencontro, mas mostrou frieza ao dizer que espera ter o mesmo reconhecimento dos torcedores do Real Madrid.

"Jogamos muito bem, estamos melhorando aos poucos. Estou contente por essa recepção no San Siro, fiz coisas boas aqui. Mas agora quero fazer coisas boas no Real para ter o mesmo reconhecimento em Madri", disse.

Antes da partida, a torcida já dava mostras do carinho pelo seu ídolo. Em seu primeiro jogo no estádio de Milão após trocar a equipe italiana pela espanhola, o brasileiro viu faixas de gratidão com seu nome e ganhou aplausos.

Em campo, porém, o camisa oito dos Merengues não se deixou levar pela recepção e teve um bom desempenho. Kaká, inclusive, começou a jogada do gol de Benzema quando bateu da entrada da área, Dida não segurou e o francês, no rebote, chutou cruzado deixando o Real em vantagem ainda no primeiro tempo.

Mas o brasileiro tem, de fato, uma historia a ser respeitada no clube italiano, onde chegou na temporada 2003/2004 e só saiu em 2009. Nesse período, conquistou os principais títulos possíveis como o Campeonato Italiano, a Liga dos Campeões da Europa e o Mundial de Clubes da Fifa.

Individualmente, também teve grande sucesso e foi eleito o melhor jogador do mundo pela entidade máxima do futebol em 2007. Em janeiro deste ano, Kaká ainda recebeu uma proposta milionária do Manchester City, mas preferiu ficar no Milan. Apenas no meio do ano, deixou a Itália para jogar na Espanha.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host