UOL Esporte Liga dos Campeões
 
16/02/2010 - 19h38

Lyon derrota o Real Madrid e equipe espanhola terá de quebrar tabu em casa

Do UOL Esporte
Em Sâo Paulo
  • Jogadores do Lyon comemoram gol marcado por Makoun, que garantiu a vitória contra o Real Madrid

    Jogadores do Lyon comemoram gol marcado por Makoun, que garantiu a vitória contra o Real Madrid

Se podia ser considerado favorito no confronto com o Lyon pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, o Real Madrid sofreu um duro golpe contra a equipe francesa e acabou derrotado por 1 a 0 no estádio Gerland, em Lyon, com gol de Makoun, e agora precisa vencer a partida de volta no Santiago Bernabéu, no dia 10 de março, para se classificar.

O Real Madrid disputou a sua quinta partida contra o Lyon pela Liga dos Campeões e o retrospecto voltou a assombrar a equipes espanhola. Em cinco jogos foram três vitórias do time francês, todas em casa, além de dois empates obtidos no estádio do Real Madrid.

Em um confronto truncado, marcado por muitas faltas no primeiro tempo, o Real Madrid não conseguia se acertar para encaixar um bom ataque. O lateral-esquerdo brasileiro Marcelo foi um dos jogadores que abusaram da força e após duas faltas violentas acabou recebendo o cartão amarelo que lhe deixa fora da segunda partida.

Enquanto isso as melhores chances de ataque eram criadas pela equipe mandante. A melhor delas ocorreu aos 41min do primeiro tempo, quando o argentino Cesar Delgado arriscou um chute da entrada da área e acertou a trave do goleiro Iker Casillas. E apesar das chances criadas pelo Lyon, o período terminou sem gols.

Percebendo a afobação de Marcelo e as dificuldades de criação do Real Madrid, o técnico chileno Manuel Pellegrini voltou do intervalo com uma alteração. O lateral-esquerdo brasileiro deixou o time e foi substituído por Garay.

Mas a mudança não surtiu efeito na equipe espanhola e com 1min da etapa final, o Lyon partiu para o ataque com Jean Makoun, que dominou a bola no meio de campo e partiu para o ataque antes de arriscar um chute de longa distância, sem qualquer chance de defesa para Casillas, abrindo o placar para o time francês.

Depois de sofrer o gol, o Real Madrid começou a se organizar e passou a atacar com mais eficiência. Aos 18min, o argentino Gonzalo Higuaín desperdiçou a chance de empatar a partida e acabou substituído em seguida pelo francês Karim Benzema.

Sem aproveitar da superioridade na posse de bola, o Real Madrid não conseguiu atacar com perigo no final da partida. O técnico Claude Puel fechou o time ao trocar Pjanic e Lisandro por Kälsström e Gomis. Para ganhar tempo ainda tirou o brigador Delgado pelo brasileiro Michel Bastos, conseguindo garantir o resultado e obrigando a equipe espanhola a fazer na segunda partida o que jamais conseguiu na competição: derrotar o Lyon.


LYON 1 X 0 REAL MADRID
Lyon
Lloris, Réveillère, Cris, Boumsong e Cissokho; Toualan, Makoun, Pjanic (Källström), Govou e Delgado (Michel Bastos); Lisandro (Gomis).
Técnico: Claude Puel

Real Madrid
Casillas, Arbeloa, Sergio Ramos, Albiol e Marcelo (Garay); Mahamadou Diarra, Xabi Alonso, Granero e Kaká; Cristiano Ronaldo e Higuaín (Benzema)
Técnico: Manuel Pellegrini

Data: 16/02/2010, terça-feira
Local: estádio Gerland, em Lyon (FRA)
Árbitro: Martin Atkinson (ING)
Auxiliares: Peter Kirkup e David Richardson
Cartões amarelos: Govou (LYO); Arbeloa, Marcelo e Xabi Alonso (RMA)
Gol: Jean Makou a 1min do segundo tempo.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host