UOL Esporte Liga dos Campeões
 
17/02/2010 - 07h02

Bayern põe recuperação e força europeia em xeque contra Fiorentina

Do UOL Esporte
Em São Paulo

O Bayern passou de contestado em seu país a possível força europeia na mesma temporada, e vai colocar sua grandeza em xeque contra a Fiorentina. Favorito no confronto das oitavas da Liga dos Campeões, cuja primeira partida acontece nesta quarta, às 17h45, em Munique, o clube alemão dá início à caminhada que pode colocá-lo entre os melhores do mundo pela primeira vez desde 2001.

A condição de mais cotado do Bayern contra os italianos não é fruto apenas de um elenco mais estrelado. Apesar de contar com nomes como Arjen Robben, Franck Ribéry e Mario Gomez, que devem ser titulares de suas seleções na Copa, o clube bávaro começou a temporada sendo questionado até em seu próprio país.

Antes hegemônico no Campeonato Alemão, o Bayern perdeu o título em duas das últimas quatro temporadas, além de ter ficado fora da Liga dos Campeões em 2007/2008. Para reverter o panorama, o clube uniu seu questionado, mas milionário, elenco ao polêmico técnico Louis van Gaal, que estava fora dos grandes centros desde 2003, sempre no comando do AZ Alkmaar.

No início, a aposta não deu certo. O holandês manteve o estilo centralizador e não teve medo de arrumar briga com algumas de suas principais estrelas, como o francês Franck Ribéry. O resultado foi uma quantidade acima da média de tropeços no Alemão e, principalmente, dificuldades na Liga dos Campeões, com duas derrotas na fase de grupos para o Bordeuax.

BRASILEIROS EM BAIXA NO CLUBE

  • AP Photo

    O histórico de sucesso de brasileiros no Bayern de Munique não garantiu o mesmo destino a nomes como Breno e Lúcio, que perderam espaço no atual Bayern de Munique. O ex-jogador do São Paulo, que começou a temporada com a expectativa de ter mais chances, foi emprestado ao Nuremberg.

    Já o capitão da seleção foi mais uma vítima da personalidade de Louis van Gaal, que não costuma se dar bem com brasileiros. O holandês, que em 2002 dispensou o meia Rivaldo do Barcelona, abriu mão de Lúcio no começo da temporada, e o zagueiro acabou na Inter de Milão, onde é titular.

Aos poucos, porém, a mistura passou a funcionar. Com Ribéry lesionado, Robben assumiu o protagonismo e liderou uma reação avassaladora no Alemão. Hoje, o Bayern soma 15 jogos de invencibilidade e está empatado com o Bayer Leverkusen na liderança, com 48 pontos.

O meia holandês soma cinco assistências e oito gols, dois a menos que Mario Gomez, artilheiro do time. A dupla fez sucesso e agora cria ainda mais expectativa com o retorno de Ribéry, que está em boa forma e deve jogar os 90 minutos pela primeira vez desde que recuperou-se de uma inflamação no joelho esquerdo.

Juntos, os três terão de comprovar que a boa fase pode ser estendida à Liga dos Campeões. No fim da primeira fase, o Bayern deu uma mostra da sua força ao golear a Juventus fora de casa por 4 a 1, eliminando os italianos e garantindo sua vaga nas oitavas.

O mata-mata da competição, porém, é um desafio que o clube bávaro não supera desde a temporada 2000/2001, quando foi campeão da Liga. Desde então, as melhores campanhas do Bayern se limitaram a idas às quartas, tendo sido eliminado por times como Real Madrid, Chelsea, Milan (duas vezes) e Barcelona no período.

“Podemos vencer a Liga dos Campeões. Temos a oportunidade de acertar os favoritos. Mas se eu tivesse de apostar meu dinheiro nisso, eu não apostaria no Bayern”, disse o técnico Louis van Gaal, demonstrando cautela.

O favoritismo também não ilude os jogadores, que falam com respeito da Fiorentina, apesar dos desfalques da equipe italiana. Além de Mutu, afastado após ter sido novamente pego no exame antidoping, Gamberini e Cristiano Zanetti devem ser desfalques.

“O resultado ideal é um 6 a 0, mas isso não vai acontecer. Nossa missão é muito clara, temos de fazer pelo menos um gol e ter cuidado com o time da Fiorentina. Se vencermos o primeiro jogo, vamos forçá-los a nos atacar na volta, e esse não é o estilo deles”, disse Robben.

Também nesta quarta-feira, no outro jogo das oitavas da Liga dos Campeões, o Porto recebe o Arsenal, às 17h45.
 

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host