UOL Esporte Liga dos Campeões
 
28/04/2010 - 09h00

Uefa suspende Ribéry e deixa francês fora da final da Liga dos Campeões

Das agências internacionais
Em Berlim (Alemanha)*
  • Suspenso, francês Franck Ribery não poderá disputar a final da Liga dos Campeões pelo Bayern

    Suspenso, francês Franck Ribery não poderá disputar a final da Liga dos Campeões pelo Bayern

O meia francês Franck Ribéry, que havia sido expulso na primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões contra o Lyon e não pôde disputar o segundo jogo, que levou o Bayern de Munique à final da competição continental, não poderá disputar a decisão da liga, no dia 22 de maio, por suspensão anunciada nesta quarta-feira pela Uefa. O clube alemão anunciou que recorrerá da decisão.

A comissão de controle e disciplina da União das Federações Europeias de Futebol (Uefa) sancionou o jogador francês por três partidas, incluindo a final da Liga dos Campeões e não atendeu ao pedido de redução da pena pedida pelo Bayern de Munique.

Na última quarta-feira, Ribéry foi expulso aos 37min do primeiro tempo após uma entrada violenta no atacante argentino Lisandro Lopez, do Lyon.

Além da punição, o jogador passa por uma temporada complicada, marcado pelas seguidas lesões e está sendo investigado por ter supostamente se envolvido com uma prostituta francesa quando ela ainda era menor de 18 anos.

O Bayern de Munique derrotou o Lyon por 3 a 0 e garantiu sua vaga na final da Liga dos Campeões para enfrentar o vencedor de Barcelona e Inter de Milão, que jogam no Camp Nou, em Barcelona, nesta quarta-feira às 15h45 (de Brasília).

Autor dos três gols do Bayern de Munique na vitória contra o Lyon, o atacante croata Ivica Olic lamentou a suspensão de Ribéry que impede o francês de atuar na decisão no estádio Santiago Bernabeu, em Madri. “É um duro golpe, uma pena para Franck e toda a equipe. É uma partida muito importante para nós”, afirmou Olic.

Christian Nerlinger, diretor esportivo do Bayern de Munique, também reprovou a decisão da Uefa, que desfalcou a equipe alemã para a final da principal competição do continente europeu. “É uma punição exageradamente dura”, disse Nerling, lembrando que o Bayern tem três dias para apresentar recurso.

O presidente do clube, Karl-Heinz Rummenigge, afirmou que Franck Ribéry mereceu apenas um cartão amarelo pela falta em Lisandro López.

*Atualizado às 11h52

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host