UOL Esporte Liga dos Campeões
 
24/08/2010 - 18h14

Brasileiros brilham, Braga elimina Sevilla e faz história na Liga; Werder avança

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Lima comemora um de seus três gols na partida <br>do Braga contra o Sevilla na Liga dos Campeões

    Lima comemora um de seus três gols na partida
    do Braga contra o Sevilla na Liga dos Campeões

O futebol brasileiro foi protagonista de um feito inédito do Braga na Liga dos Campeões. Com três gols de Lima e outro de Matheus, o time português derrotou o Sevilla por 4 a 3, fora de casa, e, pela primeira vez, assegurou presença na fase de grupos. Já o Werder Bremen conseguiu uma vaga heroica. Perdia para a Sampdoria por 3 a 0 até aos acréscimos do segundo tempo, diminuiu e levou à prorrogação --no jogo de ida, venceu por 3 a 1. Fez outro tento no tempo-extra e selou sua classificação.

Matheus, aliás, repetiu a boa partida do primeiro jogo, quando havia feito o gol da vitória diante dos espanhóis, e voltou a deixar sua marca. Já Lima, que entrou aos 10min do segundo tempo, brilhou e balançou as redes em três oportunidades. Outro brasileiro, o ex-goleiro corintiano Felipe fez boas defesas, mas cometeu uma incrível falha no tento anotado por Luis Fabiano, o primeiro dos anfitriões.

Essa é segunda vítima do Braga na competição continental --antes, Celtic (ESC). Já o Sevilla conheceu outro fracasso num curto espaço de tempo. No final de semana, acabou sendo goleado pelo Barcelona por 4 a 0 e perdeu o título da Supercopa da Espanha. Para evitar outra decepção neste início de temporada, começou pressionando. E, logo aos 2min, fez um gol, com Kanouté. No entanto, o atacante estava impedido.

A estratégia do técnico Antonio Alvarez era atacar bastante. O problema estava sendo superar a forte retranca armada pelos rivais. Aos poucos a equipe portuguesa se acalmou em campo e já não dava tantos espaços. Além disso, levava perigo nos contra-ataques. Aos 25min, Silvio assustou o goleiro Palop.

Para piorar a situação dos espanhóis, o Braga abriu o marcador. Aos 31min, Matheus aproveitou rebote do goleiro adversário e anotou 1 a 0. A partir daí, o desespero tomou conta dos donos da casa. Precisava não sofrer mais nenhum tento e marcar três ou mais gols para avançar. Luis Fabiano estava apagado. Já Felipe, do Braga, demonstrava tranquilidade no gol.

Para o segundo tempo, o Sevilla se mandou para o ataque, mas de forma desesperada. E isso custou caro. Aos 13min, Lima recebeu cruzamento de Matheus e ampliou. Dois minutos mais tarde, o time espanhol diminuiu, com Luis Fabiano, numa incrível falha do goleiro Felipe. Precisava de mais quatro gols. Fez um, aos 39min, com Navas. No entanto, o inspirado Lima marcou outras duas vezes. Kanouté descontou no final. 4 a 3.

Werder Bremen consegue vaga heroica

Teoricamente, o Werder Bremen havia conquistado uma boa vantagem no jogo de ida. Fez 3 a 1 na Sampdoria. Diante disso, o time italiano precisava fazer gols. E foi justamente o que conseguiu com menos de 15 minutos de partida. Aos 8min, Pazzini entrou de cabeça fez 1 a 0.

Cinco minutos mais tarde, o mesmo Pazzini pegou de primeira e fez um golaço. O Werder Bremen, que ainda não conta com o brasileiro Wesley, ex-Santos, sentiu o golpe. Os alemães não tinham alternativa e precisavam atacar. Só que viu um gol de letra de Cassano, aos 40min do segundo tempo.

Parecia que a vaga já estava assegurada. Mas, por incrível que pareça, o Werder Bremen conseguiu um gol salvador, com Rosenberg, aos 48min da etapa final. O duelo foi para a prorrogação. E isso deu ânimo para os visitantes, que, aos 10min do primeiro tempo, marcou outro tento, com Pizarro.

Ainda nesta terça-feira, o brasileiro Douglas Silva, do Hapoel Tel Aviv, fez o gol contra do empate de sua equipe contra o Red Bull Salzburg por 1 a 1, em casa. No entanto, como havia vencido o primeiro jogo por 3 a 2, longe de seus domínio, o time israelense conseguiu a classificação. Já o Basel bateu o Sheriff por 3 a 0 e também confirmou sua vaga (vitória por 1 a 0 na ida).

O Partizan foi até Bruxelas e empatou com o Anderlecht por 2 a 2, mesmo placar do duelo da semana passada. Após empate sem gols na prorrogação, a vaga foi decidida nos pênaltis. E o Partizan levou a melhor: 3 a 2.

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host