Liga dos Campeões 2015/16

Jonas decide no fim e Benfica larga na frente do Zenit por vaga nas quartas

Do UOL, em São Paulo

  • AP Photo/Armando Franca

    Jonas fez o gol decisivo aos 46 minutos do segundo tempo

    Jonas fez o gol decisivo aos 46 minutos do segundo tempo

O Benfica conseguiu um gol nos acréscimos do segundo tempo para vencer o Zenit por 1 a 0, em Lisboa, e largar na frente por uma vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões. O brasileiro Jonas foi quem balançou as redes nos instantes finais.

O jogo se encaminhava para um empate quando o lateral Criscito fez falta em André Almeida e foi expulso. Na cobrança, Gaitán levantou na área e Jonas, de cabeça, definiu o resultado favorável aos portugueses no Estádio da Luz.

Agora, o Zenit tentará reverter o resultado em 9 de março, na partida de volta a ser disputada em São Petersburgo.

O jogo 

O primeiro tempo foi de poucas chances para ambos os lados. O Benfica, mesmo com o esquema de três atacantes, tinha um pouco de dificuldades para chegar próximo a área russa. O Zenit, por sua vez, se fechou bem na defesa e procurava explorar o contra-ataque no Estádio da Luz.

Com o apoio da torcida, o Benfica teve maior posse de bola e criou a chance de maior perigo com o atacante Jonas, que arriscou de fora da área e assustou o Lodygin. Mas o jogo teve momentos de muita disputa. Os lusitanos levaram três cartões. Jardel e André Almeida estão suspensos para a volta.

Já o Zenit pouco incomodou Júlio César. Hulk, em cobrança de falta frontal, foi o protagonista do lance mais relevante. O empate sem gols, mesmo com os donos da casa mais incisivos naquele momento, se fazia justo.

A segunda etapa o Zenit até ensaiou uma presença ofensiva mais contante. O chute de Witsel foi o único momento em que Júlio César precisou trabalhar de forma mais efetiva. Passado o "susto", o Benfica novamente tomou conta da partida, mesmo com certa dificuldade em furar o ferrolho russo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos