Liga dos Campeões 2015/16

Real foi eliminado com gol de ex-Palmeiras na última vez que encarou a Roma

Do UOL, em São Paulo

  • Jasper Juinen/Getty Images

Na temporada 2007/08, um ex-palmeirense ajudava a acabar com o sonho do Real Madrid na Liga dos Campeões. Vestindo a camisa da Roma, Rodrigo Taddei foi o responsável por um dos gols da equipe italiana na vitória por 2 a 1, em pleno Santiago Bernabéu. Agora, oito anos depois, os dois times voltam a se enfrentar na competição continental, e mais uma vez nas oitavas de final.

Na ocasião, a Roma já havia vencido a primeira partida por 2 a 1 e precisa apenas de um empate simples na Espanha para sair classificada. E a situação do Real Madrid ficou ainda mais complicada quando Pepe foi expulso aos 25 minutos do segundo tempo. Um minuto depois, Taddei aproveitou cruzamento da esquerda e abriu o placar para a equipe italiana.

A partida ainda teve um gol de Raúl, para o Real Madrid, e Vucinic, para a Roma. O resultado selou a quarta eliminação consecutiva do time espanhol na Liga dos Campeões – antes, havia sido eliminado para Juventus, Arsenal e Bayern de Munique. A "maldição das oitavas" só foi superada na temporada 2010/11, quando o Real chegou até a semifinal da competição.

Revelado nas categorias de base do Palmeiras, Taddei deixou o clube paulista rumo à segunda divisão da Itália, onde jogaria pelo Siena. Após duas temporadas de destaque, o meia polivalente foi contratado pela Roma, e lá virou ídolo.

Roma e Real Madrid se enfrentam nesta quarta-feira (17), no estádio Olímpico de Roma, pela primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões.

Luciano Rossi/EFE

O futuro que Totti não quis

A história de Totti no futebol poderia ter sido muito diferente se não fosse uma decisão tomada em 2004. Na época, o italiano recusou uma proposta do Real Madrid e decidiu continuar na Roma, onde se tornou um dos maiores ídolos da história do clube, mesmo conquistando poucos títulos.

"É verdade, estive bem perto do Real, queria um grande time para vencer, e, naqueles tempos, os chefes da Roma não me davam o que eu queria. Eventualmente, o meu coração pediu para que eu ficasse. E eu não me arrependo nem um pouco disso. Certamente teria mais chances, mas repito: fiz o que preferi. Meu único arrependimento é não ter vencido mais dois títulos italianos", afirmou Totti em entrevista à revista "France Football" em 2013.

Na mesma entrevista, Totti disse que se tivesse ido para o Real Madrid, teria conquistado "três Liga dos Campeões e duas bolas de ouros". O jogador, no entanto, optou por permanecer na Itália e virar ídolo.

Aos 39 anos e convivendo com muitas lesões, Totti foi relacionado para enfrentar o clube que ele negou há 12 anos.

#RolouNaLiga: PSG vence Chelsea, e inspirado Courtois evita massacre

  •  

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos