Liga dos Campeões 2015/16

Ibra decide pela 1ª vez no mata-mata e luta contra fama de "pipoqueiro"

Leandro Miranda

Do UOL, em São Paulo

O gol de Ibrahimovic que tranquilizou o PSG no jogo contra o Chelsea e carimbou a classificação do time francês para as quartas de final da Liga dos Campeões, na última quarta-feira, foi um verdadeiro marco histórico na carreira do sueco. Pela primeira vez, ele foi decisivo em um mata-mata de Champions, marcando um gol em um jogo de volta – um passo importante para combater sua fama de "pipoqueiro" na competição.

Ibrahimovic: só 9 gols em 38 jogos de mata-mata na Champions
Gol 1: Stuttgart 1 x 1 Barcelona, 2010, oitavas de final, ida
Gols 2 e 3: Arsenal 2 x 2 Barcelona, 2010, quartas de final, ida
Gol 4: Milan 4 x 0 Arsenal, 2012, oitavas de final, ida
Gol 5: PSG 2 x 2 Barcelona, 2013, quartas de final, ida
Gols 6 e 7: Leverkusen 0 x 4 PSG, 2014, oitavas de final, ida
Gol 8: PSG 2 x 1 Chelsea, 2016, oitavas de final, ida
Gol 9: Chelsea 1 x 2 PSG, 2016, oitavas de final, volta

A relação de Ibra com a Liga dos Campeões é de amor e ódio. Por um lado, ele é o oitavo maior artilheiro da história do torneio, com 47 gols em 117 jogos – uma boa média de 0,40 por partida. Por outro, no mata-mata, foram só nove gols em 38 jogos – média de apenas 0,23 –, e o máximo que conseguiu foi chegar à semifinal em 2010, quando defendia o Barcelona.

As 13 (modestas) participações de Ibra na Liga dos Campeões
2002-03: pelo Ajax, caiu nas quartas para o Milan
2003-04: pelo Ajax, caiu na primeira fase
2004-05: pela Juventus, caiu nas quartas para o Liverpool
2005-06: pela Juventus, caiu nas quartas para o Arsenal
2006-07: pela Inter de Milão, caiu nas oitavas para o Valencia
2007-08: pela Inter de Milão, caiu nas oitavas para o Liverpool
2008-09: pela Inter de Milão, caiu nas oitavas para o Manchester United
2009-10: pelo Barcelona, caiu na semifinal para a Inter de Milão
2010-11: pelo Milan, caiu nas oitavas para o Tottenham
2011-12: pelo Milan, caiu nas quartas para o Barcelona
2012-13: pelo PSG, caiu nas quartas para o Barcelona
2013-14: pelo PSG, caiu nas quartas para o Chelsea
2014-15: pelo PSG, caiu nas quartas para o Barcelona

O contrato de Ibra com o PSG termina no meio do ano, e ele provavelmente não vai permanecer para a próxima temporada. Se o sueco planeja ganhar o único título de expressão que falta em sua extensa galeria de troféus, ele tem agora sua maior – e talvez última – chance.

Aos 34 anos, o atacante vive uma das melhores fases da carreira, com 30 gols nos últimos 31 jogos; além disso, o PSG está forte, entrosado e jogando seu futebol mais vistoso desde que virou uma potência europeia por meio dos euros de Nasser Al-Khelaifi, há cinco anos. Muito por conta de Ibrahimovic, que além de contribuir com gols, também sai da área para orquestrar o jogo e contribuir com assistências.

(Tradução: "Zlatan Ibrahimovic marca em jogos consecutivos de mata-mata da Liga dos Campeões pela primeira vez em sua carreira")

Claro que há adversários de peso no caminho; Real Madrid, Bayern de Munique e o até aqui imparável Barcelona são exemplos óbvios. Portanto, para o PSG finalmente conquistar a Europa – e para Ibra não se aposentar sem uma Champions –, o time vai precisar que seu craque continue o que começou na quarta-feira, e não pare mais de fazer gols decisivos.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos