Liga dos Campeões 2015/16

Com gols de Neymar e Messi e pintura de Suárez, Barça vai às quartas

Do UOL, em São Paulo

O Barcelona não teve vida fácil, chegou a passar sufoco, mas garantiu a vaga nas quartas de final da Liga dos Campeões ao vencer o Arsenal por 3 a 1, nesta quarta-feira (16), no Camp Nou.

Como de costume, os responsáveis pela vitória catatã foram Neymar, Suárez e Messi. O brasileiro deixou sua marca pela 17ª vez no torneio europeu, o uruguaio assinou uma pintura de voleio no ângulo de Ospina, e o argentino fechou a conta com leve toque sobre o goleiro. Agora o Barcelona espera o sorteio da Uefa, que acontece na próxima sexta-feira (18), na Suíça, para saber quem enfrentará nas quartas de final.

NEYMAR

Albert Gea/Reuters

O craque brasileiro não cansa de brilhar na Liga dos Campeões. Com o gol marcado contra o Arsenal, ele chegou a 17 tentos na competição, passando Romário e Eto'o na lista de artilheiros do Barcelona no certame europeu. Precisou de apenas 29 jogos para alcançar a marca, menos que Messi (33) e que Cristiano Ronaldo (53). Além disso, deu passe magistral para Messi no início da partida, que só não terminou em gol devido à defesaça de Ospina. Nesta temporada, em sete jogos na Liga dos Campeões, Neymar participou de sete gols: fez três e deu assistência para mais quatro.

MELHOR EM CAMPO

Carl Recine/Reuters

Suárez. Teve forte concorrência de Neymar pelo posto, mas o atacante deu assistência para o gol de Neymar e foi o autor de uma pintura no Camp Nou. Após cruzamento na medida de Daniel Alves, o uruguaio acertou um voleio de primeira no ângulo de Ospina. Imagem que lembrou muito os golaços de voleio de Bebeto.  

PIOR EM CAMPO

Carl Recine/Reuters

Flamini. O volante francês foi engolido pelo jogo envolvente do Barcelona e não conseguiu proteger a última linha defensiva do Arsenal. Após tomar um cartão amarelo por falta em Iniesta, foi substituído por Wenger ainda no primeiro tempo. Em suma, foi presa fácil diante da mobilidade dos meias e atacantes do Barça.

O JOGO

Sob forte chuva no Camp Nou, o Barcelona não teve vida fácil desde o início da partida, embora tenha ido ao vestiário com a vantagem mínima. Wenger apostou na marcação pressão, com linhas muito altas, enquanto o Barça buscava cadenciar, tocando bem a bola. O Arsenal levou perigo em pelo menos três oportunidades, mas pecou na pontaria. Na etapa final, os Gunners pressionaram menos a saída de bola, mas em compensação conseguiram o gol com cinco minutos. O Arsenal até teve a chance da virada nos pés de Elbeck, mas o golaço de voleio de Suárez pôs fim ao sonho inglês. No finzinho, Messi fechou a conta de cobertura.

OPINIÃO DO COMENTARISTA

"A gente já sabia desde 15 dias atrás que essa eliminatória estava decidida. A chance do Arsenal foi no primeiro tempo de Londres. Hoje já não dava mais. Foi um jogo parecido com o de ontem do City, com a eliminatória decidida, o time da casa não pressiona muito, pra não correr rsicos. Não tem por que se expor. E o Arsenal também se poupa, porque se fosse com tudo levava uma goleada", avaliou Julio Gomes, blogueiro do UOL Esporte.

TUÍTES DO JOGO

 

FICHA TÉCNICA

Barcelona 3 x 1 Arsenal

Data: 16/03/2016 (quarta-feira)

Hora: 16h45 (Brasília)

Local: Campo Nou (Barcelona)

Gols: Neymar (18' do primeiro tempo); Elneny (5'), Suárez (19') e Messi (43' do segundo tempo)

Barcelona: Ter Stegen; Daniel Alves, Mascherano, Mathieu, Jordi Alba; Busquets, Raktic, Iniesta; Messi, Neymar e Suárez. Técnico: LuisEnrique

Arsenal:Ospina; Bellerín, Koscielny, Gabriel Paulista, Monreal; Elneny, Flamini, Iwobi, Ozil; Alexis Sánchez e Welbeck. Técnico: Arsene Wenger

UOL Cursos Online

Todos os cursos