Liga dos Campeões 2015/16

Filipe Luís detona arbitragem e vê Barcelona privilegiado na Champions

Do UOL, em São Paulo

O brasileiro Filipe Luís se revoltou após a derrota de virada do seu Atlético de Madri para o Barcelona, por 2 a 1, no Camp Nou. Em entrevista na zona mista depois do jogo desta terça-feira (5), registrada pelo jornal espanhol As, o lateral esquerdo questionou a arbitragem do alemão Felix Brych e argumentou que a Uefa treme com a possibilidade do time catalão ser eliminado.

"Percebe-se que tem muita força. Nos penalizam com o rigor máximo. E isso dói muito. Percebe-se que há um tremor ao ver [o Barça] eliminado. Isso dói para Uefa", criticou o brasileiro, que realizou uma partida sólida, sem deixar que Messi se destacasse no canto direito do ataque.

A expulsão de Fernando Torres e o tratamento da arbitragem dado aos jogadores do Barcelona em outros lances ríspidos irritou o brasileiro, que foi expulso no passado por uma agressão a Messi.

"Eu fui expulso e crucificado justamente por uma patada em Messi. O que eles têm que fazer para serem expulsos? É uma agressão, um cartão vermelho. Eu fui crucificado com razão, mas isso também é passível de punição", comentou o lateral, se referindo a um tapa que ele teria recebido de Suárez.

"Não sei o que temos que fazer para que seus jogadores sejam expulsos como os nossos. Estamos vivos e queremos estar nas semifinais, embora seja difícil lutar contra a corrente", concluiu.

Já Fernando Torres lamentou sua expulsão ainda no primeiro tempo. "No aspecto pessoal, estou muito triste e me sinto muito responsável. Com 11 jogadores, teria sido diferente. É uma situação complicada para mim. É um dos meus piores dias como jogador", disse Torres.

Sobre a expulsão, que ocorreu por ele ter recebido o segundo cartão amarelo, Torres criticou o árbitro da partida disputada no Camp Nou, o alemão Felix Brych.

"São duas jogadas que podem ser de cartão ou não. O que é uma pena é que a Uefa esteja mais preocupada em escolher as camisas do que de pôr um árbitro à altura de uma partida de Champions como esta", afirmou. 

O Atlético de Madri necessita vencer na partida de volta, na quarta-feira da próxima semana (13) para se classificar à semifinal da Liga dos Campeões. Uma vitória por 1 a 0 basta aos madrilenos, que marcaram um gol no Camp Nou.

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos