Liga dos Campeões 2015/16

Cristiano Ronaldo destrói recordes da Champions em ano turbulento do Real

Do UOL, em São Paulo

A última vez que Cristiano Ronaldo teve um ano tão prolífico na Liga dos Campeões coincidiu com a décima taça do Real Madrid na maior competição europeia. O português tem tido um desempenho excelente na atual edição do torneio, dando esperanças do título mesmo em temporada turbulenta na capital espanhola.

Com os três gols desta terça-feira (12), o camisa 7 chegou a 16 na artilharia, o dobro dos vice-líderes, Lewandowski e Suárez, e um a menos que a marca obtida em 2013-14.

Na zona mista após a partida, o jogador afirmou que seus ótimos resultados individuais são fruto de trabalho. "Os recordes vem naturalmente. Eu não busco, mas eu adoraria bater meu próprio recorde", afirmou. "Fiz jogos melhores que esse. Não é porque fiz três gols que foi a minha melhor partida. Quem trabalha comigo sabe que eu sempre dou o máximo. Quando se trabalha, as coisas vêm naturalmente. Vou para cama todos os dias tranquilo. Trabalho sempre bem, sou um grande profissional."

O craque do Real Madrid terá pelo menos mais dois jogos para tentar superar seu recorde, 17, jamais alcançado por outro atleta. O desempenho dele não impressiona apenas por este número. O ataque do clube madrileno é o melhor da Champions, empatado com o Bayern de Munique, com 26 gols marcados, dos quais Cristiano participou de 20 - 77% do total.

A noite de gala no Santiago Bernabéu também ampliou a vantagem do português na artilharia de todos os tempos da Liga dos Campeões, deixando Lionel Messi mais para trás. O português chegou ao 93º gol marcado em 129 jogos disputados, contra 83 em 105 do argentino, que entra em campo nesta quarta-feira (13) pelo Barcelona.

Quer mais um recorde? O terceiro gol feito contra o Wolfsburg, de falta, foi o 11º desta maneira marcado por Cristiano Ronaldo na história do torneio, igualando o italiano Del Piero que era o líder neste quesito.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos