Liga dos Campeões 2015/16

Jogadores do Real Madrid parabenizam torcida e exaltam CR7

Do UOL, em São Paulo

  • Curto De La Torre/AFP Photo

A vitória do Real Madrid nesta terça-feira (12) foi motivo de muita comemoração entre os atletas do clube na zona mista após o jogo. Titulares no confronto, Marcelo e Sergio Ramos destacaram a luta da equipe e parabenizaram a torcida, que encheu o Santiago Bernabéu e ajudou na pressão ao Wolfsburg. A dupla também aproveitou para elogiar Cristiano Ronaldo, decisivo no confronto.

"Tenho que dar meus parabéns. Sem a torcida, não teríamos superado. Sua ajuda foi essencial. Mereciam uma alegria", afirmou o lateral esquerdo brasileiro ao jornal Marca. Sergio Ramos reforçou o discurso do parceiro de defesa.

"O ambiente foi demais do primeiro ao último minuto, não há outro campo igual. A torcida foi um jogador a mais durante todo o jogo. É fundamental esse carinho e esse apoio, deixaram a alma. Era a promessa que tínhamos do último jogo na partida na Alemanha, que não foi boa", disse o zagueiro.

Mais seguro do que na partida de ida, quando sofreu na marcação do conterrâneo Bruno Henrique, Marcelo não se destacou no jogo de volta, mas calou os críticos que o atacaram depois do jogo em Wolfsburg. O brasileiro se entregou em campo, levou uma pancada de Vieirinha que - pelo que indicou a transmissão - o deixou desacordado e não foi substituído. Toda essa dedicação foi sentida no pós-jogo.

"Sempre temos que sofrer, terminamos o jogo mortos. Porém sabemos que nenhuma equipe chegou às semifinais da Champions sem sofrer", explicou.

Todo esse sofrimento foi recompensado pelos gols de Cristiano Ronaldo, que garantiu a vitória e foi elogiado exaltado pelos colegas. "Como nosso ícone, merecia uma noite tão importante como essa. Ele só chama responsabilidade e não necessitamos exaltá-lo mais. Sempre dá tudo pela equipe e quando está bem a equipe percebe", comentou Sergio Ramos.

"Ninguém pode duvidar de Cristiano", declarou Marcelo.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos