Liga dos Campeões 2015/16

Estrela do Atlético quase jogou no Barça. Mas Guardiola preferiu Sánchez

Do UOL, em São Paulo

  • MIGUEL RIOPA/AFP

Principal arma do atual elenco do Atlético de Madrid, Antoine Griezmann poderia estar do outro lado do confronto desta quarta-feira (12) contra o Barcelona, pelas quartas de final da Liga dos Campeões. Uma pessoa, no entanto, impediu que isso acontecesse: Pep Guardiola.

Em 2011, quando Griezmann tinha apenas 20 anos e jogava na Real Sociedad, o então treinador do Barcelona queria sua contratação, mas não para o elenco principal do clube. Já em negociações avançadas com o chileno Aléxis Sánchez, Guardiola não via espaço para o atacante e desejava que o francês chegasse, inicialmente, ao Barcelona B.

O jornal "Mundo Deportivo" afirma, no entanto, que Guardiola não tinha muita certeza sobre a escolha. A decisão partiu após o técnico espanhol ouvir alguns amigos próximos, entre eles, o ex-atacante Roberto Baggio.

Apesar da pouca idade e de atuar em uma equipe de menor expressão, Griezmann não aceitou a condição e preferiu permanecer na Real Sociedad. O francês seguiu no clube que o revelou até 2014, quando foi vendido ao Atlético de Madri por 30 milhões de euros (R$ 89,5 milhões, na cotação da época).

Cinco anos depois da transação que não aconteceu, Griezmann reencontra o Barcelona com outro status: o de líder do elenco do Atlético de Madri. É nele em que é depositada a esperança de classificação para a semifinal da Liga dos Campeões.

Depois de ser derrotado por 2 a 1 na partida de ida, o Atlético de Madri precisa de uma simples vitória por 1 a 0 para avançar para a próxima fase. Caso vença por 2 a 1, o duelo com o Barcelona irá para a prorrogação.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos