Liga dos Campeões 2015/16

O que esperar de Real Madrid x Manchester City na Liga dos Campeões

Do UOL, em São Paulo

  • Jason Cairnduff/Reuters

    Real joga por vitória simples; City se classifica com empate com gols

    Real joga por vitória simples; City se classifica com empate com gols

Real Madrid e Manchester City voltam a duelar nesta quarta-feira, às 15h45, valendo vaga na decisão da Liga dos Campeões da Europa.

Após empate por 0 a 0 na primeira semifinal, o Real precisa de vitória simples no Santiago Bernabéu. Qualquer empate com gols, porém, dá a vaga na final aos Citizens.

LEIA TAMBÉM: SIMEONE ESTÁ LOUQUINHO PARA PEGAR O REAL MADRID NA FINAL, DIZ JULIO GOMES

Quem passar no confronto fará a final da Liga dos Campeões no dia 28 de maio, no estádio San Siro, em Milão (ITA), contra o Atlético de Madri, que eliminou o Bayern de Munique na última terça (3).

CR7 retorna, mas Benzema e Casemiro estão fora

Phil Noble/Reuters

A grande novidade no Real Madrid para o jogo de volta é o retorno de Cristiano Ronaldo, artilheiro da competição com 16 gols. CR7 sofrera lesão muscular e não enfrentou o City no jogo de ida, assim como não participou dos dois últimos compromissos do Real pelo Campeonato Espanhol. Nesta terça, em entrevista pré-jogo, o técnico Zinedine Zidane garantiu que o craque está 100% fisicamente e que vai bem para o duelo. Por outro lado, o volante Casemiro e o atacante Benzema estão fora. Isco e James Rodríguez disputam posição no meio, enquanto Jesé e Lucas Vázquez brigam pela vaga no ataque.

Yayá Toure também volta, mas David Silva desfalca

REUTERS/Phil Noble

Do outro lado da peleja, a boa nova é o retorno do experiente meio-campista Yaya Touré, que está de saída do City e busca o título inédito para consagrar-se de vez no clube. O marfinense foi desfalque no jogo de ida por causa de uma lesão muscular, mas treinou normalmente com os companheiros antes da viagem a Madri. Com isso, meio-campista vira opção no Santiago Bernabéu para o técnico Manuel Pellegrini, que não contará com o espanhol David Silva, que deve ficar mais duas semanas afastado com lesão na coxa. Sendo assim, é quase certa a escalação de Touré entre os titulares.

'O cara' na Inglaterra, Agüero precisa decidir na Liga

Phil Noble / REUTERS

Autor do gol que deu o título inglês ao City em 2012 após 44 anos, o atacante argentino é um dos maiores ídolos da história dos Citizens. Primeiro jogador sul-americano a chegar à marca de 100 gols na Premirer League, Agüero não costuma decidir na Liga dos Campeões, no entanto. Na atual edição, por exemplo, ele tem apenas dois gols – um deles de pênalti ainda na fase de grupos. Para ilustrar o desempenho do atacante, um dado simbólico: apenas 35% dos seus chutes vão em direção ao gol nos jogos da Champions. Para completar difícil missão de Agüero no Santiago Bernabéu, ele nunca venceu o Real Madrid. Em 12 jogos contra os merengues, foram quatro gols anotados (um pelo City e três pelo Atlético de Madri), mas nenhuma vitória.

Zidane quer foco para para evitar "fracasso"

JOHN MACDOUGALL/AFP

O técnico do Real Madrid não acredita que terá no Santiago Bernabéu a mesma facilidade que encontrou contra o Wolfsburg nas quartas de final. Para ele, a partida será "mais complicada" – e uma eventual eliminação será encarada como "fracasso".

"Será mais complicado do que na semana passada. O adversário possui excelentes jogadores, principalmente no ataque. Não será a mesma partida que contra o Wolfsburg (vitória por 3 a 0, na partida de volta das quartas de final). Não podemos achar que vamos fazer dois ou três gols logo de cara, isso não existe no futebol. Sabemos que vamos sofrer até o último minuto. Até agora, não ganhamos nada. É verdade que estamos atravessando um bom momento, mas se não conseguirmos a vaga será claramente um fracasso", afirmou Zidane em entrevista pré-jogo na última terça (3).

Pellegrini aposta em bom retrospecto fora de casa por final inédita     

Andrew Yates/Reuters

O Manchester City jamais chegou à final da Liga dos Campeões. Mas também não havia chegado às quartas nem às semifinais. Em busca do título inédito, o técnico Manuel Pellegrini aposta no bom retrospecto do time fora de casa no mata-mata na atual temporada. Os Citizens derrotaram o Dínamo de Kiev por 3 a 1, nas oitavas, e arrumaram um bom empate com o Paris Saint-Germain por 2 a 2, nas quartas.

"É importante manter o retrospecto porque a pressão do Bernabéu será muito grande. Mas temos personalidade para vencer neste estádio. Precisamos de um alto rendimento para voltar classificados. Para mim, será um fracasso se não conseguirmos chegar à decisão", afirmou o técnico do City.

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos