Mais velho em uma Champions, goleiro virou atacante e segue jogando aos 44

Do UOL, em São Paulo

  • Michael Steele/Getty Images

No Brasil, os 21 anos de carreira do quarentão Paulo Baier impressionam a ponto de motivar brincadeiras sobre a longevidade do jogador. Mas ele ainda precisaria atuar por mais seis anos para igualar o Highlander da Itália, o atleta mais velho a entrar em campo tanto na Liga dos Campeões quanto na Serie A. O goleiro Marco Ballotta só deixou o futebol profissional aos 44 anos, mas virou atacante e continua jogando até hoje nas ligas amadoras.

"Todos os anos eu digo que será o meu último como profissional, mas sempre acabo voltando", brincou Ballotta antes de se aposentar com a camisa da Lazio, em 2008. Time em que ele conquistou seus principais títulos e recordes. No último Scudetto vencido pelos romanos, em 2000, ele estava lá. Sete anos depois, o terceiro lugar na Serie A levou a Lazio e Ballotta à Liga dos Campeões.

Bob Thomas/Getty Images
Ballotta defende o gol do Parma em 1993

Na época, o titular do gol da Lazio era o jovem Fernando Muslera, recém-trazido do Uruguai. Uma atuação desastrosa em uma goleada sofrida diante do Milan o fez ir para o banco de reservas, dando mais uma oportunidade ao quarentão Marco Ballotta. Seria ele o dono da posição para os próximos compromissos na Liga dos Campeões e no Campeonato Italiano.

Assim que entrou em campo no jogo qualificatório contra o Dinamo Bucareste, Ballotta quebrou o recorde de jogador mais velho a atuar na Liga dos Campeões, superando a marca que era de outro italiano: Alessandro Costacurta fez sua última partida continental aos 40 anos e 213 dias. Quando a Lazio deu adeus àquela Liga dos Campeões na derrota para o Real Madrid, na Espanha, em dezembro de 2007, Ballotta tinha 43 anos e 253 dias.

Dino Panato/Getty Images
Marco Ballotta e Taffarel durante um jogo beneficente do Parma em 2012

Um recorde que ainda poderá ser batido por outro goleiro italiano, segundo o próprio Ballotta: "Buffon está acostumado a jogar no mais alto nível, e acredito que, quando começar a declinar fisicamente, vai saber se deve parar ou não. Vai depender dele, certamente é um dos prováveis candidatos para quebrar o recorde".

Depois de entrar para a história da Liga dos Campeões, Ballotta também estabeleceu outro recorde: o de jogador mais velho a entrar em campo na primeira divisão italiana, aos 44 anos e 38 dias. Foi aí que ele decidiu deixar o futebol profissional. Mas parar de vez estava fora de cogitação. Então, para ganhar uma nova motivação, ele decidiu mudar de posição. Virou atacante e fez 24 gols em sua primeira temporada no Calcara Samoggia, time amador da região de Bolonha.

Reprodução/Facebook
No time de veteranos do Calcara Samoggia, Ballotta joga no ataque e veste a camisa 11

Aos 47 anos, Ballotta chegou a se alternar entre goleiro e atacante durante sua passagem pelo San Cesario. Jogou até o ano passado no Castelvetro, onde foi inicialmente apresentado como preparador de goleiros, mas acabou sendo também o treinador. Até que, aos 51 anos, lá estava ele novamente debaixo da trave, em sua última investida como goleiro. Finalmente pendurou as luvas, mas segue jogando. Agora, como centroavante no time sênior do Calcara Samoggia. Em algum campo de beira de estrada no interior da Itália, um recordista de Liga dos Campeões se recusa a pendurar as chuteiras.

UOL Cursos Online

Todos os cursos