Liga dos Campeões 2015/16

"Emocionalmente, foi o jogo mais duro da minha vida", revela Griezmann

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Stefan Wermuth

O atacante Antoine Griezmann teve no primeiro minuto do segundo tempo a chance de mudar os rumos da decisão da Liga dos Campeões. Após pênalti sofrido por Fernando Torres, o camisa 7 do Atlético de Madri soltou uma bomba na cobrança e viu a bola bater no travessão. Abatido com a oportunidade desperdiçada, o francês revelou que a partida de volta das semifinais da competição europeia, contra o Bayern de Munique, na Alemanha, foi, tecnicamente, a mais difícil de sua vida, mas ressaltou que a queda para o Real Madrid neste sábado representa o maior trauma de sua carreira.

"O jogo mais duro foi o de Munique, mas, emocionalmente, sim. Demos tudo aqui. Ganhar nos pênaltis é uma loteria", disse.

Griezmann chorou e foi consolado por Simeone após Cristiano Ronaldo converter o pênalti que deu o título ao Real Madrid. Segundo o francês, o treinador argentino não comentou com os jogadores sobre as chances de seguir à frente do Atlético de Madri na próxima temporada.

"Ele não falou muito. A verdade é que ninguém queria falar. Estávamos todos em silêncio. Todos estão tristes. Simeone nos deu tudo", declarou.

Apesar do abatimento, o camisa 7 garantiu que não está arrependido pela forma como bateu o pênalti.

"São momentos difíceis, mas temos que esquecer o quanto antes. Não estou arrependido. Era onde eu queria chutar e escapou por centímetros", explicou. 
 

UOL Cursos Online

Todos os cursos