Contratado por causa do irmão famoso, Thorgan Hazard pode voltar ao Chelsea

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/ArquivoPessoal/ThorganHazard

    Eden Hazard (esq.) exigiu contratação do irmão (dir.) para se transferir para o Chelsea

    Eden Hazard (esq.) exigiu contratação do irmão (dir.) para se transferir para o Chelsea

Quando atraiu o interesse do Chelsea no primeiro semestre de 2012, Eden Hazard, então com 21 anos, impôs uma condição a Roman Abramovich para acertar com o clube: a contratação por tabela do seu irmão dois anos mais novo, Thorgan Hazard.

Encantado com o talento de Eden, o bilionário russo não vacilou em comprar Thorgan, gastando 41 milhões de euros na transação. Abramovich pagou 40 milhões pelo Hazard mais velho, enquanto desembolsou um milhão pelo mais novo.

Assim que desembarcou em Londres, porém, Thorgan logo foi emprestado para ganhar experiência. Jogou duas temporadas EM um clube belga, e em 2014 chegou no Borussia Mönchengladbach. Agora, aos 23 anos, após duas temporadas de sucesso na Alemanha, ele pode reencontrar o irmão mais velho em Stamford Bridge.

Autor do gol do Borussia na derrota de virada por 2 a 1 contra o Barcelona, na quarta-feira (28), pela Liga dos Campeões, Thorgan pertence ao clube alemão, que o comprou por 8 milhões de euros no ano passado. Mas o Chelsea tem até o fim de 2016 para ativar a cláusula de recompra do meio-campista, estabelecida quando do contrato de venda, de acordo com o jornal alemão Bild

Para repatriar Thorgan, segundo apurou a publicação, o Chelsea precisaria desembolsar 15 milhões de euros. Uma vez que já recebeu oito milhões pela venda do jogador, e haja vista que seu preço de mercado gira em torno dos nove milhões de euros, segundo o site especializado Transfermarket, o negócio é visto com bons olhos pelo clube inglês.

Martin Meissner/AP
Thorgan Hazard, 23, deixou sua marca contra o Barcelona pela Liga dos Campeões

Afinal, mesmo se o preço do Hazard mais novo não sofrer nenhuma valorização, ainda assim a transação seria lucrativa. Sem contar que o jogador está em ótima forma física e técnica e seria uma boa alternativa ao setor ofensivo do Chelsea – já que nem Pedro nem Moses têm resolvido vindo do banco de reservas.

Perguntado sobre a possibilidade de retornar a Londres, Thorgan respondeu de modo diplomático, preferindo não alimentar os rumores sobre o reencontro com o Hazard mais velho.

"Eu não acho nada disso. Essa questão surgiu na mídia de novo, e provavelmente aparecerá mais ainda se eu jogar bem e fizer gols. Mas, no fim das contas, é uma questão entre os clubes. Eu não falei com ninguém do Chelsea, e estou feliz em ser um jogador do Borussia", declarou Thorgan ao Bild.

Os rumores sobre o retorno de Thorgan Hazard ao Chelsea se justificam pelo grande início de temporada do jogador no Mönchengladbach. Em dez partidas entre Campeonato Alemão e Liga dos Campeões, o camisa 10 fez sete gols e deu três assistências – ou seja, participou diretamente de um lance de gol por jogo. Desde que chegou à Alemanha, são 18 gols em 19 assistências em um total de 87 partidas.

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos