Para imprensa espanhola, Neymar desapareceu em derrota de virada do Barça

Do UOL, em São Paulo

  • AP/Rui Vieira

    Suarez, Messi e Neymar comemoram gol do Barcelona antes da virada do City

    Suarez, Messi e Neymar comemoram gol do Barcelona antes da virada do City

A vida de Neymar não anda fácil na Espanha. Os problemas começaram no fim de semana. Após discutir no final do jogo contra o Granada e ser flagrado empurrando Vezo na escada para o vestiário, ele foi criticado pela imprensa espanhola por sua falta de controle. O Marca, por exemplo, disse, ironicamente, que o brasileiro coleciona amigos com sua atitude. O As trouxe uma lista de dez desafetos do ex-santista.

Nesta terça-feira, não foi diferente. O Barcelona levou a virada do Manchester City e perdeu por 3 a 1  o duelo da fase de grupos da Liga dos Campeões. Mesmo tendo um papel importante no único gol espanhol, ao puxa um contra-ataque e fazer um passe milimétrico para o gol de Lionel Messi, ele acabou cornetado.

Tabelinha: O problema é que Neymar não sabe ganhar e não sabe perder, diz Menon. Clique aqui e ouça o podcast

"Fez um grande primeiro tempo, em que foi o responsável por boa parte das jogadas ofensivas da equipe, incluindo, evidentemente, o gol, com uma grande assistência para Messi. Mas, depois do intervalo, seu nível de jogo desapareceu de forma alarmante", escreveu o Sport. De Barcelona. O Mundo Deportivo, também da Catalunha, foi na mesma linha: "No primeiro tempo, foi o jogador que mais perigo criou. Com sua velocidade, quebrou várias vezes a linha defensiva do City. Conduziu de forma magistral o contra-ataque que acabou no primeiro gol da partida e colocou Zabaleta em apuros em mais de uma ocasião. Mas depois do intervalo, apenas assistiu ao jogo".

O As, de Madri, também foi critico: "Foi espetacular na jogada do 1 a 0, mas perdeu a chance do 2 a 0 em um chute de esquerda. Procurou muito Messi, mas ignorou Suarez. Mostrou seu verdadeiro futebol, com liderança, no primeiro tempo, mas, como Messi, não foi visto no segundo".

Os ingleses também aproveitaram para tirar uma casquinha do brasileiro. O Guardian, por exemplo, escreveu que Neymar tinha de ser expulso ainda no primeiro tempo, após um entrada em Sterling: "Acertou Sterling em um carrinho por trás. Levou o amarelo, mas merecia o vermelho".

Quer receber notícias da Liga dos Campeões de graça pelo Facebook Messenger? Clique AQUI e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos