Mesmo com Fernandinho expulso, City empata e avança às oitavas da Liga

Do UOL, em São Paulo

  • Patrik Stollarz/AFP Photo

O Manchester City não conseguiu sair do empate por 1 a 1 com o Borussia Mönchengladbach, nesta quarta-feira (23), em partida válida pela quinta rodada do Grupo C da Liga dos Campeões, disputada na Alemanha. O resultado, ao menos, classificou o time inglês ao mata-mata. 

Foi o time mandante que abriu o placar, com belo gol do brasileiro Raffael. No fim da primeira metade, David Silva deixou tudo igual. Os 45 minutos decisivos ficaram marcados por duas expulsões: a do capitão anfitrião, Stindl, e a de Fernandinho, brasileiro dos visitantes. 

O City tem agora oito pontos e o Mönchengladbach, cinco. Ainda que na próxima e última rodada a equipe alemã empate com o adversário em pontos, o critério de desempate mais importante, confronto direto, lhe desfavorece - no turno, na Inglaterra, os comandados de Pep Guardiola venceram por 4 a 0. 

O Barcelona é líder inalcançável na chave, com 12 pontos. No dia 6 de dezembro, os times encerram o Grupo C em caráter amistoso, portanto. O Mönchengladbach, com cinco pontos e garantido na terceira posição, a que leva à Liga Europa, visitará o Barça. O City receberá o lanterninha Celtic. 

Brasileiro Raffael quebra marasmo com belo gol

Maja Hitij/AFP Photo

A partida foi morna, com alguma superioridade dos mandantes, até Raffael colocar pimenta no tempero. Aos 22 minutos, o brasileiro do Borussia Mönchengladbach recebeu a bola na entrada da área, ajeitou para o pé direito e soltou a bomba – um chute firme, à meia altura, no canto esquerdo do goleiro Bravo. Indefensável. Desde então, o jogo melhorou.   

Manchester City insiste em mesma jogada e consegue empate

Wolfgang Rattay/Reuters

Ainda que menos efetivo nas ações, quem mais teve a bola no primeiro tempo (66%) foi o Manchester City – bem ao estilo Guardiola. Na base da troca de passes, o time inglês encontrou caminho para o gol pelo lado direito. A estratégia: aproveitar a defesa em linha do rival, escapar até a linha de fundo e cruzar rasteiro, para o meio da área. Na primeira tentativa De Bruyne ficou impedido. Na segunda, David Silva deu assistência para Agüero, que finalizou livre e forçou milagre do goleiro Sommer. No minuto seguinte saiu o tento: De Bruyne recebeu pela ponta em posição regular, centrou a bola e David Silva deixou tudo igual.

Os piores: Stindl e Fernandinho são expulsos por bobeiras

Martin Meissner/AP Photo

Não é fácil para o Mönchengladbach medir forças contra o Manchester City, mas o time alemão fazia trabalho honroso, e até era mais efetivo do que o milionário clube inglês, até o começo do segundo tempo. Foi quando o capitão Stindl deixou o braço para fazer falta desnecessária em Otamandi. Já amarelado, levou outro e foi expulso pelo árbitro. Aos 18 minutos, Fernandinho jogou fora a vantagem dos visitantes: segurou Raffael em contragolpe perdido para o atacante rival, também viu segunda advertência e foi para o chuveiro mais cedo. 

Jogo morno fica ainda pior após expulsões

Wolfgang Rattay/Reuters

Poderíamos eleger Bravo, por causa de uma bela defesa no primeiro tempo, ou Sommer, com duas intervenções importante, o melhor da partida. Mas a verdade é que o jogo, de tão morno, não merece destaque do tipo. A metade inicial reservou alguma emoção nos 15 minutos finais. A segunda etapa, especialmente após as expulsões, foi de dar sono. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos