Revista francesa elogia Marquinhos: "Você não viu Özil por causa dele"

Do UOL, em São Paulo

  • FRANCK FIFE/AFP

Lucas Moura foi o melhor jogador em campo do PSG no empate em 2 a 2 com o Arsenal, pela Liga dos Campeões. Ele deixou o campo muito elogiado, mas o comentário da imprensa francesa que mais chamou atenção foi sobre outro brasileiro, o zagueiro Marquinhos.

Segundo a revista SoFoot, o ex-Corinthians foi o grande responsável pela partida discreta do alemão Özil, uma das estrelas da equipe londrina. "Se você não viu Mesut Özil em jogo, é em grande parte por causa dele. Sempre limpo".

A SoFoot também elogiou os outros jogadores verde-amarelos em campo, como o capitão Thiago Silva ("Segundo historiadores, a última vez que ele perdeu uma disputa de bola foi em 503 A.C., ainda durante o Império Mesopotâmico"), o lateral Maxwell ("Tão insípido quanto massa sem sal ou manteiga. Sempre muito correto") e o volante Thiago Motta ("Muito criticado anteriormente, está se mostrando o melhor meio-campista do PSG, atuando mais perto dos atacantes").

Velocidade de Lucas mudou o jogo
Eddie Keogh/Reuters
Lucas comemora gol pelo Paris Saint-Germain na partida contra o Arsenal

Já Lucas foi elogiado pelo L'Equipe e pela France Football, mas com ressalvas. "Foi um turbilhão no segundo tempo, acabando com a má-impressão que deixou após um primeiro tempo nulo", escreveu o L'Equipe.

"Como ele, nada é perfeito. Seu futebol merecia mais precisão no último toque", disse a France Football. "Ele foi discreto no primeiro tempo, mas seu jogo de velocidade não tinha muito a ver com o futebol de posse de bola que o PSG empregou. Mas no segundo tempo, com a pressão do Arsenal, o time francês teve de jogar no contra-ataque, algo que se adapta perfeitamente ao brasileiro. Ele chegou ao ataque com a velocidade de sempre e, não fosse pela falta de pontaria de Cavani, teria decidido a vitória".

UOL Cursos Online

Todos os cursos