Neymar é poupado pela imprensa espanhola em goleada do Barça

Do UOL, em São Paulo

Neymar pode não estar vivendo sua melhor temporada no Barcelona, mas pelo menos se salvou na pior derrota da Era Luis Enrique, sofrida nesta terça-feira na Liga dos Campeões. Após os 4 a 0 sofridos contra o PSG, o atacante brasileiro e o goleiro alemão Ter Stegen foram os únicos poupados pela imprensa espanhola.

"Neymar e Ter Stegen foram os únicos que mostraram algum tipo de empenho durante toda a partida. O alemão teve mais trabalho durante os 90 minutos contra o PSG do que em todas as outras partidas como jogador do Barcelona", escreveu o Sport, diário esportivo de Barcelona.

Enquanto Ter Stegen foi elogiado por ter feito algumas defesas-chave que evitaram uma goleada ainda maior, o brasileiro era o único jogador a tentar algo em campo. Logo em sua primeira bola, por exemplo, ele forçou um cartão amarelo de Rabiot. No momento mais perigoso do Barça no primeiro tempo, foi dele uma enfiada perfeita para o português André Gomes, que perdeu o gol (que poderia ter empatado o jogo em 1 a 1).

Veja o que falaram os principais jornais espanhóis

Marca

"A derrota do Barça em Paris deixa muitos sinais de alerta, que devem ser analisados. Sergi Roberto não é lateral, Umtiti talvez não esteja no nível que todos imaginam (principalmente na ausência de Mascherano) e Alve esta muito abaixo do que já foi capaz, assim como Busquets e Iniesta, que estava muito abaixo de sua melhor forma. Para não falar do calamitoso André Gomes e de uma MSN em que só Neymar apareceu para o jogo".

El País

"Neymar foi o único que insistiu em tentar aumentar a moral do Barcelona, mas estava sozinho. Nem Suarez, nem Messi, muito menos os meio-campistas ajudaram o brasileiros. Com o Barça sem controle da bola e com a defesa vendida, o PSG aproveitou os espaços para liquidar a partida".

Mundo Deportivo

"Só Neymar conseguia desestabilizar o rival. E tudo poderia mudado em um ataque ele comandou, em que deixou André Gomes na cara do goleiro Trapp. (...) Mas o goleiro alemão defendeu, aumentando ainda mais o número de críticos do português".

Sport

"Em sua primeira jogada, Rabiot tocou em suas pernas e recebeu o amarelo. Depois de cinco minutos, passou por problemas com a chuteira. Foi o jogador mais perigoso do tridente. Esteve acima dos outros dois membros da MSN, que pareciam estar jogando outro esporte".

UOL Cursos Online

Todos os cursos