Casemiro faz golaço em virada e Real Madrid abre vantagem contra o Napoli

Do UOL, em São Paulo

Com direito a golaço do volante Casemiro, o Real Madrid venceu o Napoli por 3 a 1 de virada, na Espanha, na tarde desta quarta-feira (15), e abriu vantagem sobre o Napoli em confronto de oitavas de final da Liga dos Campeões. A equipe italiana saiu na frente com Insigne. Benzema, Toni Kross e o brasileiro marcaram na reação do time da casa.

Titular da seleção de Tite, Casemiro emendou de primeira um chute de fora da área, no alto. Pegou na veia: a bola entrou no canto direito de Pepe Reina, goleiro rival, que não teve qualquer chance no lance. Uma pintura que coroou a boa atuação do meio-campista, seguro no setor defensivo.

A volta do duelo está marcada para o dia 7 de março, na Itália. O Real poderá até perder por um gol de diferença que garantirá vaga nas quartas. Vale a regra do gol qualificado, portanto um triunfo por 2 a 0 é suficiente para classificar o Napoli. A decisão só passará aos pênaltis caso o Napoli vença pelo mesmo placar, 3 a 1.

O pior: Navas vacila e Insigne aproveita

Susana Vera Livepic/Reuters

O Napoli surpreendeu logo aos 8 minutos, na casa do adversário: Hamsik tramou jogada e deixou Insigne sem marcação para correr em direção ao gol. O atacante foi mais esperto: percebeu o goleiro Keylor Navas perdido, mal posicionado, e arriscou finalização colocada do meio da rua. Um tapa de chapa, no canto esquerdo da meta. Navas estava deslocado para a direita e se esticou para pegar a bola, mas não conseguiu. Restou buscar a redonda no fundo da rede, com cara de quem comeu e não gostou, enquanto via Insigne comemorar.

Benzema perde dois, mas balança a rede

Juan Medina Livepi/Reuters

Aos 17 minutos, Benzema empatou a partida: o francês aproveitou cruzamento de treês dedos de Carvajal, vindo do lado direito, e testou para o fundo do gol. Com o lance, atingiu marca inédita na carreira: marcou pelo quarto jogo consecutivo na Liga, o que jamais havia feito. Mas o lance serviu apenas para redimi-lo. Antes, na primeira jogada da partida, Benzema finalizou de dentro da área e parou em Pepe Reina. Aos 41 minutos, recebeu passe de Cristiano Ronaldo e, cara a cara com o goleiro rival, também perdeu a chance de fazer. 

O melhor: Casemiro faz golaço de primeira

Francisco Seco/AP Photo

O segundo tempo foi todo do Real Madrid: aos 3 minutos, Toni Kroos recebeu passe de Cristiano Ronaldo na entrada da área e bateu firme para virar o confronto. Mais tarde, aos 9, foi a vez de Casemiro brilhar. O volante da seleção brasileira, seguro nos lances defensivos, já era um dos destaques da partida quando a bola sobrou para ele na entrada da área, quicando. O ex-são-paulino finalizou forte, na veia, de primeira, e fez a redonda entrar no canto direito de Pepe Reina, sem chance para o goleiro. Que golaço!

O Napoli assustou mais uma vez na partida, aos 35 minutos do segundo tempo. Callejón fez o gol que diminuiria o placar para 3 a 2, mas estava impedido. Tento bem anulado. 

Preocupa? Sergio Ramos sai de campo com dores

Com o placar já em 3 a 1, o Real Madrid teve má notícia: capitão e ídolo do clube, o zagueiro Sergio Ramos deixou a equipe acusando dores no tornozelo. Foi substituído pelo português Pepe, aos 25 minutos do segundo tempo. Ainda não há notícia sobre a gravidade da lesão.

Ilustres nos camarotes: Rafael Nadal e Maradona

Reprodução

O Santiago Bernabéu recebeu duas estrelas nos camarotes, um torcedor de cada time. Rafael Nadal, em casa, estava lá para empurrar o Real Madrid. Maradona, ídolo do Napoli dos anos 1980 e 90, foi à Espanha para incentivar os torcedores italianos a irem ao jogo. Ele foi também: filmado após o terceiro gol dos anfitriões, apresentou cara de poucos amigos. A semana, para o argentino, não está sendo fácil: na noite da última terça, por confusão e suposta agressão à própria mulher, teve de prestar esclarecimentos à polícia local. Sua companheira, Rocío Oliva, não apresentou denúncia e esteve junto do craque no estádio.

Maradona, aliás, chegou a visitar a equipe do Napoli antes de a bola rolar. Fez discurso aos jogadores e tudo, mas não parece ter sido suficiente. 

Atraso na Liga dos Campeões? Também acontece

A partida no Santiago Bernabéu atrasou, fato raro na Liga dos Campeões. Mas aconteceu: a programação previa bola rolando às 17h45, mas o apito inicial só ocorreu dois minutos além do horário agendado. Antes, um minuto de silêncio em homenagem ao ex-presidente da equipe da capital espanhol Luis Gómez Montejano, morto aos 94 anos no dia 5 de fevereiro. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos