Ingleses exaltam virada "memorável" do City e cutucam juiz por pênalti

Do UOL, em São Paulo

Um jogo de oito gols e com duas viradas no cardápio provocou exaltação até na comedida imprensa inglesa. Logo depois da vitória por 5 a 3 do Manchester City sobre o Monaco, em partida de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões, as manchetes das versões digitais dos principais jornais do país registravam um embate "memorável" e "eletrizante".

O Daily Mail foi que mais ousou no título: "Crazy Eights!", exclamou, em expressão difícil de traduzir ao português, mas que significa algo como "oito malucos". Na sequência, destacou que o City esteve atrás no marcador, mas conseguiu virada eletrizante em jogo de oito tentos para vencer o rival no estádio Eithad.

Reprodução / Daily Mail

A chamada da publicação ainda abre espaço para cutucar o árbitro do confronto, o espanhol Antonio Lahoz. "Não foi graças ao juiz", ressalta o jornal, entre parênteses. No texto, a reclamação é por Lahoz ter deixado de apontar pênalti claro de Subasic, o goleiro do time francês, em Agüero - pior: ele amarelou o argentino por simulação. 

Lahoz foi quem recebeu a pior nota do Daily Mail entre todos os que entraram em campo, com 4,5. Subasic e Glik, também do Monaco, receberam a mesma pontuação. 

Reprodução / BBC
Comentarista da BBC analisa jogo do City

Na BBC, o comentarista e ex-jogador da seleção inglesa Chris Waddle classificou o jogo como "o melhor visto na temporada". 

"Melhor partida que vi nesta temporada. As defesas dos times foram terríveis em alguns momentos, mas o ataques se mostraram brilhantes. O City se viu em dificuldades, mas seguiu em frente e merece créditos por isso. Teremos outro clássico em três semanas, porque os dois times jogarão o mesmo", avaliou. 

O The Guardian falou em vitória "memorável" no título. No começo do texto, exaltou o segundo tempo do Manchester City, que marcou quatro gols para vencer uma partida que "parecia que iam perder". 

Reprodução / The Guardian

O Manchester City, em casa, saiu na frente, mas levou virada ainda no primeiro tempo. Na metade final, Agüero empatou em 2 a 2 e Falcao García tornou a colocar o Monaco na frente. Na sequência, em espaço de 10 minutos, os anfitriões fizeram mais três gols e fecharam a conta em 5 a 3. 

Com vantagem, o time de Guardiola voltará a enfrentar os franceses, em Mônaco, no dia 15 de março. Os clubes buscam vaga nas quartas de final da competição. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos