Sevilla domina, mas Leicester "acha" gol e se mantém vivo na Champions

Do UOL, em São Paulo

O Leicester esteve em situação complicada durante boa parte do duelo contra o Sevilla, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Mas foi dos pés de Jamie Vardy que ressurgiu a esperança em uma classificação para a próxima fase do torneio continental. O atacante foi o responsável pelo gol solitário na derrota por 2 a 1, fora de casa.

Durante quase todo o jogo, o Sevilla controlou o Leicester e deu indícios de que conquistaria uma vantagem difícil de reverter na segunda partida. A dificuldade em transformar as jogadas em gol e a boa forma do goleiro Schmeichel – que pegou um pênalti – cobraram seu preço ao time espanhol.

Na partida de volta, o Sevilla poderá empatar ou perder por um gol de diferença, mas fazendo ao menos dois gols, que estará classificado. Já o Leicester avançará com uma vitória por 1 a 0 ou um placar mais elástico. Uma vitória inglesa por 2 a 1 levará o jogo para a prorrogação.

O duelo da volta está marcado para o dia 14 de março, em Leicester.

Schmeichel segura pressão do Sevilla

John Sibley/REUTERS

A partida começou com uma forte pressão do Sevilla sobre o Leicester. A placar só não ficou elástico por causa do goleiro Schmeichel. Aos 12 minutos, Joaquín Correa foi derrubado dentro da área. Na cobrança do pênalti, o argentino chutou rasteiro e o goleiro dinamarquês pulou para fazer fácil defesa.

Pouco tempo mais tarde, aos 21 minutos, Schmeichel salvou mais uma vez. O lateral Escudero partiu para o ataque e chutou forte para uma grande defesa do dinamarquês.

Gol, enfim, sai

Miguel Morenatti/AP

A pressão do Sevilla continuou implacável e o gol, enfim, saiu. Aos 24 minutos, Sergio Escudero cruzou da esquerda e Sarabia cabelou no contrapé de Schmeichel, que apenas olhou a bola morrer no fundo das redes.

O domínio espanhol era tanto, que aos 35 minutos da primeira etapa, a posse de bola mostrava o Sevilla com 71% e o Leicester com apenas 29%.

"Leicester da Champions" ameaça aparecer, mas leva mais um

Durante toda a temporada, dois Leicester se apresentavam em campo. O do Campeonato Inglês acumulava derrotas e brigava contra o rebaixamento. Já o da Liga dos Campeões dominava o Grupo G e avançava para as oitavas de final na primeira colocação, à frente do Porto.

O segundo Leicester ameaçou aparecer no início do segundo tempo contra o Sevilla. Aos 14 minutos, Drinkwater aproveitou confusão na intermediária e chutou para o gol. A bola desviou na defesa e quase enganou Sergio Rico. Dois minutos mais tarde, porém, a realidade voltou: Jovetic matou no peito, protegeu entre dois marcadores e tocou para Correa, que chutou para o fundo das redes.

Leicester "acha" gol da esperança

Mesmo com o segundo do Sevilla, o Leicester começou a melhor gradativamente na partida. Aos 27 minutos, a posse de bola do time inglês já havia aumentado (38%), mas nenhuma grande chance tinha sido criada. E foi quando o artilheiro Jamie Vardy encontrou o gol que recolocou o Leicester na briga. Drinkwater cruzou rasteiro e o camisa 9 empurrou, livre, para o gol.

UOL Cursos Online

Todos os cursos