Chamado de covarde e medroso, T. Silva tem liderança questionada na França

Do UOL, em São Paulo

  • AFP / LLUIS GENE

    Neymar consola Thiago Silva após eliminação do PSG

    Neymar consola Thiago Silva após eliminação do PSG

"O gato preto ataca novamente". Com esta manchete o jornal francês "Le Figaro" avaliou a participação do zagueiro brasileiro Thiago Silva na goleada por 6 a 1 sofrida pelo PSG na última quarta-feira (8).

A publicação considerou a vitória do Barcelona mais uma partida dolorosa com a participação do defensor brasileiro, que "desta vez não chorou, pelo menos na frente das câmeras" - alusão às lágrimas derramadas pelo jogador nas oitavas de final da Copa do Mundo de 2014, durante a disputa de pênaltis contra o Chile.

Os franceses questionaram a liderança do capitão do PSG, titular contra o Barcelona no Camp Nou e desfalque no 4 a 0 aplicado no Parque dos Príncipes, no jogo de ida das oitavas de final.

Antes chamado de "O Monstro", o jornal diz que Thiago Silva é agora "O medroso" ou "covarde" na opinião de seus críticos. Para o "Le Figaro", o veterano não ajudou o jovem Marquinhos a se reerguer durante a partida após momentos complicados - em especial o pênalti cometido em Luis Suárez, nos dez minutos finais de jogo.

Após a partida, o brasileiro negou que o que ocorreu foi um problema de confiança. "Nós não fomos capazes de jogar. Quando você tenta deixar a  bola atrás e você não pode sair, é mais difícil. Começamos a limpar abola, para tentar contra-ataques, mas não conseguimos. É difícil, esse jogo machucou todos, mas temos que olhar para frente", afirmou Thiago Silva.

Blogueiros do UOL: Barça x PSG; foi épico, mas foi roubado

UOL Cursos Online

Todos os cursos