Leicester tenta salvar temporada com último legado de Ranieri

Do UOL, em São Paulo

  • Miguel Morenatti/AP

Claudio Ranieri pode ter dado o título do Campeonato Inglês ao Leicester, mas não resistiu ao péssimo momento que seu time viveu do início desta temporada até o final de fevereiro. Ele foi demitido no dia 23 de fevereiro e, desde sua saída, a equipe só venceu. Até o fim da temporada, porém, o Leicester vai lutar, invariavelmente, contra o rebaixamento na Premier League.

Resta apenas uma chance de redenção para o time azul: a Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, a equipe recebe o Sevilla pelas oitavas de final, com chances decentes de avançar (pela primeira vez) nos mata-matas do torneio de continental. E é aí que entra o último grande legado de Ranieri.

Sob seu comando, o Leicester que patinou na defesa do título inglês nunca mostrou fragilidade na competição continental. Na fase de grupos, foram quatro vitórias, um empate e uma derrota (que aconteceu com o time já classificado). Em seis partidas, a equipe venceu quase o mesmo número de jogos que em 25 tentativas na Premier League: no torneio nacional, foram só cinco vitórias até a demissão.

A marca de Ranieri, porém, também foi vista em uma derrota. Em Sevilha, o Leicester perdeu para o time de Jorge Sampaoli. Mas, no melhor estilo sofredor, o goleiro Kasper Schmeichel fez sua melhor partida da temporada, defendeu um pênalti e só foi vazado duas vezes. Mais do que isso, o atacante Vardy, artilheiro na temporada passada, balançou as redes pela primeira vez em 2017 justamente na Espanha.

E é esse gol, no fim do último jogo sob o comando de Ranieri, 24 horas antes de sua demissão, que faz o Leicester sonhar. O time que ganhou o Inglês "fechadinho", apostando na velocidade de Mahrez e Vardy, poderá jogar justamente assim em casa, apoiado por sua torcida. Essa é a aposta do novo técnico azul, Craig Shakespeare - antigo auxiliar de Ranieri.

Do outro, lado, vai encontrar um Sevilla inconstante no Espanhol (é o terceiro colocado, mas empatou duas vezes desde a vitória sobre o Leicester e deixou Real Madrid e Barcelona escaparem), mas especialista em mata-matas. A equipe venceu as últimas três edições da Liga Europa e só perdeu três vezes fora de casa em 15 confrontos eliminatórios em torneios continentais.

UOL Cursos Online

Todos os cursos