Liga dos Campeões 2016/17

Expulso após desentendimento em derrota, Nasri critica 'trapaceiro' Vardy

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    Para francês, imprensa inglesa criticaria Vardy se atacante fosse estrangeiro

    Para francês, imprensa inglesa criticaria Vardy se atacante fosse estrangeiro

O Leicester recebeu o Sevilla nesta terça-feira pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Jogando em casa, venceu por 2 a 0 (3 a 2 no placar agregado) e se garantiu nas quartas de final.

No entanto, o principal destaque do time inglês foi alvo de críticas após o jogo. Para o meia-atacante Samir Nasri, do Sevilla, o atacante Jamie Vardy – que nem mesmo balançou as redes – é "um trapaceiro". O motivo: uma discussão entre os dois durante a partida.

Aos 29 min da etapa final, os dois se estranharam e receberam cartões amarelos. Como o francês já tinha sido advertido no primeiro tempo, acabou expulso. Furioso, ainda se estranhou com Vardy antes de deixar de fato o campo.

"Ele me empurrou, e eu disse: 'O que você está fazendo?'. Então ele ficou perto de mim. Ele fingiu bem. Ficamos cara a cara e então ele caiu no chão", descreveu Nasri, segundo o jornal Daily Mail.

"Para mim, ele é um trapaceiro. Porque, se ele fosse um estrangeiro, a imprensa inglesa diria que ele é um trapaceiro", completou o francês, pedindo para o rival jogar "como um homem".

Nasri ainda descreveu a bronca dada em campo a Vardy. Entre outras coisas, o francês teria dito que o rival "tem qualidade" e "não precisa" fazer o que fez.

Em breve comunicado, Vardy respondeu às acusações de Nasri.

"Eu não sou um trapaceiro e nunca fui. É tudo que eu tenho para falar sobre este assunto", declarou.

UOL Cursos Online

Todos os cursos