Com pênalti polêmico, Atlético bate Leicester e abre vantagem na Champions

Do UOL, em São Paulo (SP)

O Atlético de Madri fez sua lição de casa. Nesta quarta-feira (12), empurrado pelos torcedores que lotaram o Vicente Calderón, a equipe (muito bem) armada por Diego Simeone não teve problemas para dominar o Leicester, atual campeão inglês, vencer por 1 a 0 e abrir vantagem na luta pela classificação à semifinal da Liga dos Campeões da Europa.

Além da vitória, que veio graças a um pênalti polêmico convertido por Griezmann, o Atlético de Madri não foi vazado em seus domínios, o que é considerado fundamental em um mata-mata do torneio continental. Assim, se os espanhóis marcarem na Inglaterra, o Leicester precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença para avançar. O placar idêntico leva a partida para a prorrogação.

Atlético de Madri e Leicester voltam a se enfrentar na próxima terça-feira (18), às 15h45 (de Brasília), na Inglaterra.

Griezmann abre o placar após pênalti polêmico

Torres Reuters / Sergio Perez
Griezmann comemora após abrir o placar para o Atlético de Madri

Apesar de ser em um lance polêmico, o Atlético de Madri mostrou muita efetividade ao abrir o placar na primeira vez em que o Leicester cedeu um contra-ataque. Aos 27min, após uma leve pressão dos ingleses, Griezmann dominou atrás do meio de campo e dispatou até ser derrubado por Albrighton no limite da linha da área rival. Na cobrança, um drama, já que dos últimos cinco, o francês só havia convertido um. Desta vez, no entanto, não deu mole. Deslocou Schmeichel e fez explodir os torcedores na arquibancada.

Koke dá sustos em Schmeichel

AFP / PIERRE-PHILIPPE MARCOU
Koke não alivia na marcação, mas também ajuda na parte ofensiva

Foi-se o tempo em que o volante era o jogador necessariamente responsável por apenas destruir as jogadas ofensivas de seu adversário. Koke, por exemplo, é a prova disso. Contra o Leicester, o espanhol atua como volante sem a bola, mas, com ela, é um meio-campista que se aproxima da área e finaliza (com perigo) no gol rival. Foi assim em duas oportunidades nesta quarta, carimbando a trave de Schmeichel aos 4min e tirando tinta aos 37min, ambos na etapa inicial.

Leicester não cria, e Oblak vira expectador 
 
AP/Francisco Seco
Oblak quase não teve trabalho contra o ataque do Leicester
 
O goleiro Oblak foi um mero expectador durante quase toda a partida desta quarta-feira. Na etapa inicial, o Leicester até esboçou alguns momentos de pressão, no entanto, as jogadas criadas eram todas baseadas em cruzamentos ou cobranças de lateral direto para a área do Atlético de Madri, que não davam em nada. Quando a opção era pela finalização, os chutes passavam longe do gol defendido pelo esloveno.
 
Torcedores do Leicester são presos após confusão

A polícia da Espanha prendeu oito torcedores do Leicester na noite de terça-feira (11) por desordem pública. O conflito, segundo a imprensa espanhola, aconteceu na Plaza Mayor, um dos principais pontos turísticos da capital da Espanha. "Oito foram presos por desordem pública e vandalismo", comunicou um porta-voz da polícia de Madri.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO DE MADRI 1 x 0 LEICESTER
 
Data: 12 de abril de 2017
Local: Estádio Vicente Calderón, Espanha
Horário: 15h45 (de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (SUE)
Cartões amarelos: Albrighton, Huth e Benalouane (Leicester)
Gols: Griezmann, aos 27min do 1º tempo.
 
ATLÉTICO DE MADRI: Oblak; Juanfran, Savic, Godín e Filipe Luís; Gabi, Koke, Saúl Ñíguez e Ferreira Carrasco (Ángel Correa); Griezmann e Fernando Torres (Partey). Técnico: Diego Simeone.
 
LEICESTER: Schmeichel; Simpson, Benalouane, Huth e Fuchs; Drinkwater, Ndidi, Mahrez e Albrighton; Okazaki (King) e Vardy (Slimani). Técnico: Craig Shakespeare.

UOL Cursos Online

Todos os cursos