"Consegui pensar em futebol só quando entrei no jogo", diz meia do Dortmund

Do UOL, em São Paulo

O volante Nuri Sahin afirmou ter sido difícil pensar em futebol durante a partida entre Borussia Dortmund e Monaco, nesta quarta-feira (12), pela Liga dos Campeões. O jogador disse só ter conseguido se concentrar no duelo quando entrou em campo, no segundo tempo.

"As pessoas podem não entender isso, mas até entrar em campo no segundo tempo, não conseguia pensar em futebol. Na noite passada, ainda não havia assimilado o que tinha acontecido", afirmou ao canal "Viasat".

O duelo estava previamente marcado para a última terça-feira (11), mas acabou adiado após o ônibus que levava a delegação do Borussia Dortmund ser alvo de uma explosão. No incidente, o zagueiro Marc Bartra acabou quebrando o braço e precisou ser operado.

"É difícil falar sobre isso, difícil achar as palavras certas. A gente vê isso (atentado) várias vezes pela TV, mas sempre em algum lugar longe de nós. Aconteceu um em Instambul, no meu país, mas ainda assim estava longe de mim", continuou.

"Não desejo a ninguém essa sensação. Somos seres humanos, tem muitas coisas mais que futebol nesse mundo. Nessa noite, sentimos isso. Não consigo esquecer os rostos (no momento do incidente). Nunca vou esquecer os rostos na minha vida, certamente. Estava ao lado do Schmelzer, nunca vou esquecer o rosto dele, foi inacreditável", completou.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos