O que os 20 anos de diferença de Mbappe e Buffon dizem sobre Monaco x Juve

Bruno Doro

Do UOL, em São Paulo

Nada resume melhor o duelo entre Juventus e Monaco pelas semifinais da Liga dos campeões, nesta quarta-feira às 15h45, quanto Kylian Mbappe e Gianluigi Buffon. No ano em que o primeiro nasceu, o segundo disputou uma Copa do Mundo pela primeira vez. As diferenças entre os dois são grandes. Tão grandes quanto as diferenças entre seus dois times.

O Monaco que se enfiou entre os quatro melhores times da Europa é um grupo de jovens jogadores em quem ninguém apostava muito no início da temporada. Todos admitiam que aquele elenco comandado pelo português Leonardo Jardim tinha talento, mas apostava em muitos jogadores jovens para ser levado a sério. Afinal, no time titular aparecem oito jogadores com 24 anos ou menos.

Mbappe é ainda mais novo. Tem só 18 anos. E, como todo o seu time, está chamando atenção pela qualidade que tem e por estar fazendo muito mais coisas (boas) do que todo mundo esperava. Olhe seu histórico na Liga dos Campeões: são cinco gols nas quatro partidas de mata-mata que disputou. Foi tão bem que se tornou um dos grandes alvos do mercado de transferências do continente, com times como Real Madrid, Manchester City e Chelsea entre os interessados.

Juventus e Monaco fazem duelo de melhor defesa contra melhor ataque da Liga

Buffon e a Juventus chegam à semifinal bem diferentes. Se o Monaco é a juventude, a Juve é a tradição. Buffon é o titular do clube mais vitorioso da Itália há 16 anos. Joga na seleção da Itália desde outubro de 1997 – Mbappe nasceu em dezembro de 1998. Como capitão, ele está levando, nesta temporada, um time muito experiente a um inédito sexto título italiano seguido.

Se o Monaco aposta em Sidibe e Mendy, Fabinho, Bakayoko, Lemar, Bernardo Silva e Mbappe, todos ainda nos primeiros anos de suas carreiras, na Juventus o time é baseado em experiência. Buffon tem 39 anos e foi campeão da Copa de 2006 com a Itália. Chiellini e Bonucci ganharam tudo jogando juntos pela Velha Senhora. Daniel Alves traz a experiência de três títulos da Champions.

"Buffon é um goleiro que deixou sua marca na história, um dos melhores do mundo. Ter a chance de enfrentá-lo é uma honra", elogiou Mbappe. "Mbappe tem um talento incrível e parece ser um bom garoto", devolveu Buffon. Em comum, Mbappe e Buffon dividem também uma busca: nenhum conta com o título europeu.

UOL Cursos Online

Todos os cursos