Liga dos Campeões 2016/17

Daniel Alves: "Pensam que sou louco, mas no trabalho sei o que fazer"

Do UOL, em São Paulo

Daniel Alves foi o principal destaque da Juventus nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa 2016/2017 diante do Monaco. No jogo de ida, em Monte Carlo, deu os passes para os gols de Gonzalo Higuaín na vitória por 2 a 0; na volta, em Turim, deu o passe para um gol de Mario Mandzukic e fez o outro na vitória por 2 a 1.

"Se me surpreendo em estar no meu melhor nível? Trabalho muito, vivo a profissão com muita intensidade e amor. Tudo o que sou em minha vida é fruto do meu trabalho diário, do meu profissionalismo, e no fim estou recolhendo o fruto do trabalho diário que não se vê. As pessoas pensam que sou louco, mas na hora de trabalhar sei o que tenho que fazer", afirmou Alves.

"Acredito que estamos atravessando um grande momento como equipe, e acredito que isso te leva a aparecer um pouco. Mas volto a insistir: isso é um trabalho de equipe, cada um tem que fazer o seu melhor em sua posição, e juntos criar uma grande equipe", disse.

À imprensa espanhola, Daniel Alves – que atuou no Barcelona entre 2008 e 2016 – respondeu muitas perguntas a respeito de uma possível final de Liga dos Campeões contra o Real Madrid. O time de Zinedine Zidane enfrenta o Atlético de Madri nesta quarta-feira, depois de ter vencido dérbi madrileno na ida por 3 a 0.

Daniel Alves, porém, se esquivou. "Acredito que primeiro temos que esperar, com respeito a essa competição, com respeito ao Atlético de Madri. Mas é uma possibilidade, não há dúvida", discursou. "Mas o mais importante de tudo isso é que estamos nessa final."

A decisão da Liga dos Campeões 2016/2017 acontece em 3 de junho, no Millenium Stadium, em Cardiff (País de Gales). Embora não fale em título, o lateral direito se mostra otimista com o desempenho da equipe na competição.

"Foi especial, tem sido especial. Por como foi e por nós, pelos companheiros. Estou contente por poder ajudar a equipe a desfrutar deste momento especial, que é disputar uma final de Champions", afirmou o brasileiro - sem, porém, descartar um possível título. "Penso que, quando competimos como a gente faz, ganhar é uma consequência", acrescentou.

Por fim, Daniel Alves pediu "motivação alta" da Juventus para a decisão, embora veja risco no excesso de empolgação e reconheça que "tudo em demasia é ruim".

"É um momento doce, mas mais doce será conquistar o título na final", explicou. "Penso em fazer história com esta equipe. É uma oportunidade única. Estou confiante de que, trabalhando desta maneira, iremos aumentar nossa chance."

 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos