No duelo de laterais da seleção, Marcelo se sacrifica e F. Luís é anulado

Do UOL, em São Paulo

Em mais um duelo entre os laterais esquerdos da seleção brasileira, nem Marcelo, do Real Madrid, nem Filipe Luís, do Atlético de Madri, brilhou. Segundo a imprensa espanhola, enquanto o primeiro foi sacrificado na marcação, o segundo fez uma partida apenas regular, anulado pela marcação rival.

"Marcelo foi muito ao ataque, como de costume, mas não teve o volume de jogo que está acostumado. Se sacrificou na marcação defensiva, mas não sofreu pelo seu lado", analisou o Marca. O As foi mais contundente.

"Sofreu com Carrasco e, no primeiro tempo, perdeu algumas jogadas perigosas. Com 2 a 0 (para o Atlético), acabou indo mais ataque, criando uma permanente sensação de perigo em jogadas com Isco e Benzema", disse o jornal.

O Sport, porém, foi só elogios ao jogador. "É o melhor lateral esquerdo do mundo hoje. Sua velocidade e ultrapassagens estão entre os melhores recursos ofensivos do Real Madrid de Zidane. Sofreu nos primeiro 20 minutos com Carrasco, mas assim que o Atlético baixou o ritmo, pode recuperar o domínio".

Com Felipe Luís, a imprensa disse que o Real Madrid conseguiu controla-lo com eficiência – e ressaltou que ele não aproveitou as brechas que Danilo, um dos mais criticados do Real, estava jogando em seu lado. "Sem erros, mas muito bem marcado. Não teve do seu lado o apoio de Carrasco, mas fez uma partida correta", disse o As.

O Marca foi mais duro. "Não foi ele. O lateral do Atlético não foi o jogador que sempre aparece nessas partidas importantes. Não chegou tanto ao ataque e falhou ao não aproveitar a oportunidade de atacar Danilo, que estava pendurado desde o início do jogo".

 

UOL Cursos Online

Todos os cursos