"Parecia um filme de terror", diz testemunha da confusão em Turim

Do UOL, em São Paulo

A final da Liga dos Campeões terminou em desespero para mais de 1400 pessoas em Turim. Em uma concentração de fãs da Juventus, um corre-corre teve início nos momentos finais da partida. De acordo com o jornal "Gazzetta dello Sport", o caos teria começado após fogos de artifício ou a queda de uma das barreiras de ferro terem feito com que as pessoas achassem que se tratasse de uma bomba.

Em relato ao jornal, um jornalista de nome Andrea relatou o que viu durante a confusão. "Ficamos com medo. Muito medo. Ao nosso redor, várias pessoas sangrando, feridas, um monte correndo sem sapatos".

"Me assustou ver as pessoas correrem descalças em meio a cacos de vidros. Parecia um filme de terror. A coisa que mais me aterrorizou foi a suposta explosão no momento da fuga. Eu vi pessoas ao meu lado correndo com joelhos feridos por estilhaços, poças de sangue", prosseguiu.

Outro ouvido pelo jornal, um torcedor de nome Giovanni disse ter ficado com a impressão de que fogos de artifício deram início à confusão. Ele, porém, acabou não se ferindo na confusão.

"Não sei dizer exatamente o que aconteceu. A impressão é de que era um fogo de artifício, e depois começou a confusão. Vi pessoas com as mãos feridas por causa de garrafas quebradas. A multidão desesperada parecia um rio correndo, arrastando tudo. Foi horrível".

A confusão teve início por volta das 17h15 (de Brasília). Torcedores reunidos na Praça San Carlo, em Turim, se desesperaram com a possibilidade de bomba e deram início ao corre-corre. De acordo com o jornal "Gazzetta dello Sport", cerca de 1400 pessoas ficaram feridas, sendo oito delas em estado grave.

A final da Liga dos Campeões terminou em vitória do Real Madrid por 4 a 1 sobre a Juventus.

UOL Cursos Online

Todos os cursos