"Trocaria aquele gol pela saúde do meu filho", diz herói do Real Madrid

Do UOL, em São Paulo

  • AFP PHOTO / PATRICK KOVARIK

Em 1996, o Real Madrid não ganhava a Liga dos Campeões há 32 anos, quando Predrag Mijatovic fez o gol do título na decisão contra a Juventus e acabou com a filha do clube espanhol. Depois de 21 anos, o ex-atacante agora diz que trocaria aquele momento pela saúde do filho.

"Eu trocaria (o gol na final) pela saúde do meu filho, que morreu há oito anos. E não somente pela vida dele. Mudaria tudo que consegui para poder escutá-lo dizer algo, porque Andrea era paralítico cerebral, não falava, não andava, não se comunicava. Eu daria tudo para escutar um: 'olá, tudo bem?'. Não podia ser", afirmou em entrevista ao site do jornal El Mundo.

Mijatovic também falou que a experiência que teve com a doença do filho serviu de lição para a vida dele.

"Eu, nos melhores anos da minha carreira, vivi a doença do meu filho. Nesses momentos em que eu achava que podia até voar, me sentia poderoso e notava o calor da torcida, meu filho sempre tinha crises. Foram muitos dias e noites no hospital. Esse foi um contrapeso para mim. Eu me dizia: 'você não é nada, não pode fazer nada para que seu filho melhore'. Você se pergunta: 'quem é você?'. E a resposta é ninguém. Meu filho tinha uma missão na minha vida, que era salvar o pai dele. Eu pensava que era Deus, mas, na realidade, não era ninguém", contou. 

UOL Cursos Online

Todos os cursos