Liga dos Campeões 2016/17

"Seleção" da Liga dos Campeões tem quatro brasileiros. Messi fica no banco

Do UOL, em São Paulo

  • Reuters / Phil Noble

    D. Alves e Marcelo (foto) estão no time da France Football; Fabinho e Marcelo também

    D. Alves e Marcelo (foto) estão no time da France Football; Fabinho e Marcelo também

A revista esportiva France Football publicou nesta terça-feira a seleção que considera a ideal da Liga dos Campeões da Europa 2016/2017. Entre os 11 escalados, estão quatro brasileiros: Daniel Alves (Juventus), Marcelo (Real Madrid), Fabinho (Monaco) e Neymar (Barcelona). Curiosamente, Lionel Messi ficou no banco de reservas do time.

O lateral direito foi descrito como "renascido após deixar o Barcelona no último verão", referindo-se à transferência no fim da temporada 2015/2016. Já Marcelo é "bom defensivamente, e, sobretudo, extraordinário no contra-ataque".

Escalado no meio de campo, Fabinho ganha destaque por sua regularidade: "ultrarregular e sereno, sabe jogar para seus companheiros". Neymar, por sua vez, é descrito como altruísta por ser "o melhor passador da competição (Liga dos Campeões), com nove assistências".

A seleção da Liga dos Campeões da revista foi escalada com Buffon (Juventus); Daniel Aves (Juventus), Sergio Ramos (Real Madrid), Bonucci (Juventus) e Marcelo (Real Madrid); Modric (Real Madrid), Fabinho (Monaco) e Lemar (Monaco); Dybala (Juventus), Neymar (Barcelona) e Cristiano Ronaldo (Real Madrid). O treinador seria Zinedine Zidane (Real Madrid).

O banco de reservas do time teria Ter Stegen (Barcelona), Chiellini (Juventus), Mendy (Monaco), Khedira (Juventus), Messi (Barcelona), Mandzukic (Juventus), Benzema (Real Madrid) e Mbappé (Monaco).

Curiosamente, entre titulares, reservas e treinador, o Real Madrid perde para a Juventus em número de "convocados": seis, contra sete da rival de Turim. O Monaco teve quatro, enquanto o Barcelona teve três.

UOL Cursos Online

Todos os cursos