Coutinho volta a impressionar ingleses: "Com ele, time ganha mais classe"

Do UOL, em São Paulo

  • Ivan Sekretarev/AP

Philippe Coutinho foi o grande personagem do empate em 1 a 1 do Liverpool contra o Spartak de Moscou, nesta terça-feira, pela Liga dos Campeões. Foi ele que fez a falta que deu origem ao gol russo, mas também foi ele quem marcou o gol de empate.

A imprensa inglesa elogiou o brasileiro: "Ele já tinha sido excelente contra o Leicester e nesta terça marcou seu segundo gol em dois jogos no empate em Moscou. Com ele no time, o futebol do Liverpool ganha muito mais classe", elogiou o Mirror.

Já o Liverpool Echo relevou a participação do meia no gol russo: "Ele foi penalizado pela falta no gol do Spartak, mas compensou com um gol de empate brilhante. Em pouco tempo, teve uma grande influência no jogo. Imagine o que ele será quando estiver 100% novamente", elogiou o jornal do norte da Inglaterra.

Se Coutinho foi elogiado, seu parceiro brasileiro no ataque do Liverpool não pode dizer o mesmo. Em seu 100º jogo pelo clube, ele passou em branco e perdeu pelo menos uma chance de garantir a vitória. "Poderia ter feito um pouco melhor do que cabecear na direção do goleiro Rebrov, definitivamente poderia ter caprichado mais no cruzamento de Henderson e ainda perdeu um gol no segundo tempo. Foi o menos efetivo do Fab Four", analisou o Liverpool Echo – o Fab Four, no caso, é o quarteto formado por Coutinho, Firmino, Salah e Mane, que começou uma partida pela primeira vez na Rússia.

UOL Cursos Online

Todos os cursos