Sem pontaria e com Paulinho apagado, Barça fica no empate com Olympiacos

Do UOL, em São Paulo

  • Aris Messinis/AFP

    Messi e Suárez perderam chances claras de gol contra o Olympiacos

    Messi e Suárez perderam chances claras de gol contra o Olympiacos

O Barcelona perdeu seus 100% de aproveitamento na Liga dos Campeões nesta terça-feira (31). Na Grécia, o time espanhol não passou de um empate por 0 a 0 com o Olympiacos, após perder chances claras de gol contra uma defesa bem armada.

Os astros Lionel Messi e Luis Suárez foram responsáveis por desperdiçar as oportunidades mais cristalinas do time. Já o brasileiro Paulinho, que vinha de boas atuações, foi titular, mas fez partida apagada e acabou substituído no segundo tempo.

O resultado mantém o Barça na liderança do grupo D, com 10 pontos em quatro jogos. Em segundo está a Juventus, com sete pontos, seguida pelo Sporting, com quatro - os dois empataram por 1 a 1 nesta terça, em Lisboa. Já o Olympiacos, com apenas um ponto, segura a lanterna da chave.

Messi comanda o Barça, mas erra na pontaria

Costas Baltas/Reuters

Atuando com muita liberdade, Lionel Messi foi o ponto central do ataque do Barça. Contra um sistema forte de marcação do Olympiacos, os dribles e passes incisivos do camisa 10 foram praticamente a única fonte de perigo do time espanhol. Mas faltou acertar o pé na finalização. Ele perdeu uma chance incrível no segundo tempo após tabelar com Suárez, e também passou perto em uma cobrança de falta.

Suárez aumenta "seca" de gols

Costas Baltas/Reuters

O centroavante uruguaio chegou ao seu quarto jogo seguido sem balançar as redes, algo raro para seus padrões. Ele teve oportunidades, especialmente em duas escapadas por trás da defesa do Olympiacos após passes de Messi, mas, assim como o companheiro, não estava com a mira afiada. Suárez correu bastante e deu trabalho, mas faltou o faro goleador de sempre.

Paulinho tem atuação discreta e sai no 2º tempo

Louisa Gouliamaki/AFP

Um dos jogadores mais elogiados pela imprensa espanhola em seu início no Barça, Paulinho desta vez não fez grande partida. Burocrático com a posse de bola, o brasileiro também não conseguiu aparecer em sua jogada característica: a infiltração na área para finalizar. Nas poucas vezes em que buscou aparecer de surpresa, não recebeu a bola. Saiu no segundo tempo para a entrada do croata Rakitic.

Olympiacos assusta no contra-ataque

Derrrotado por 3 a 1 no Camp Nou na rodada anterior, o time grego entrou com uma postura bastante cautelosa para jogar em casa. E funcionou. Além de travar a maior parte dos ataques catalães, o Olympiacos ainda assustou em vários contra-ataques velozes. No melhor deles, o meia Fortounis, que jogou como centroavante, recebeu em ótima condição e finalizou em cima do goleiro Ter Stegen.

Valverde muda o sistema do Barcelona

O técnico Ernesto Valverde não mandou o Barça a campo em seu 4-3-3 habitual. Com Iniesta fora por lesão, a opção foi por escalar Paulinho e Busquets como volantes, com Sergi Roberto e Denis Suárez abertos no meio-campo e Messi solto atrás de Luis Suárez, em um 4-2-3-1. O desenho deixou Messi com mais liberdade do que quando ele começa na direita, e praticamente todas as jogadas da equipe passaram pelos pés do argentino.

Torcedor invade o campo para abraçar Messi

Costas Baltas/Reuters

Um torcedor entrou no gramado durante o primeiro tempo para abraçar e beijar Lionel Messi. O argentino retribuiu o abraço, e o homem foi rapidamente retirado do campo.

FICHA TÉCNICA

Olympiacos 0 x 0 Barcelona

Local: Estádio Karaiskákis, Pireu (Grécia)
Data: 31/10/2017
Horário: 17h45 (de Brasília)
Árbitro: Anthony Taylor (Inglaterra)

Cartões amarelos: Tatchtsidis, Engels e Figueiras (Olympiacos); Sergi Roberto e André Gomes (Barcelona)

Olympiacos: Proto; Elabdellaoui, Botía, Engels e Koutris; Tachtsidis; Figueiras, Odjidja (Gillet), Romao e Carcela-González (Pardo); Fortounis (Djurdjevic). Técnico: Takis Lemonis

Barcelona: Ter Stegen; Semedo, Mascherano, Umtiti e Jordi Alba; Paulinho (Rakitic) e Busquets; Sergi Roberto (Deulofeu), Messi e Denis Suárez (André Gomes); Luis Suárez. Técnico: Ernesto Valverde

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos