Alisson segura atrás, Roma bate Chelsea e assume liderança do Grupo C

Do UOL, em São Paulo

  • Shaun Botterill/Getty Images

A Roma voltou a marcar três gols no Chelsea, mas dessa vez saiu vitoriosa do duelo com os ingleses. Após empatar por 3 a 3 na terceira rodada da Liga dos Campeões, o time italiano derrotou os comandados de Antonio Conte por 3 a 0 no Estádio Olímpico de Roma, em duelo da quarta rodada disputado nesta terça-feira (31).

O goleiro Alisson foi um dos destaques da Roma, que chegou a ser pressionada depois de ter aberto o placar, mas segurou a vantagem graças às boas defesas e segurança do goleiro. El Sharaawy fez dois gols e Perotti definiu a vitória da equipe treinada por Eusebio Di Francesco.

O resultado deu a liderança do Grupo C à Roma, que foi a oito pontos, contra sete do agora vice-líder Chelsea. O Atlético de Madri, que empatou por 1 a 1 com o Qarabag, é o terceiro com três, seguido do time azerbaijano, que tem dois.

Stefano Rellandini/Reuters

A partida teve um início intenso. O Chelsea chegou a finalizar ainda no primeiro minuto, mas Pedro bateu fraco para defesa tranquila de Alisson. No contra-ataque Kolarov cruzou, Dzeko escorou para trás e El Sharaawy chegou batendo de primeira, colocando no canto direito de Courtois e abrindo o placar com um golaço.

O clube inglês teve uma chance para empatar rapidamente com Hazard aos 4min, mas o belga teve seu chute defendido por Alisson. Após essa jogada, o ritmo do duelo diminuiu. A Roma tentava a aproximação pelos lados, mas não conseguia a penetração na área adversária. Conforme segurava o ataque do rival, o Chelsea foi se soltando e pressionando a equipe italiana, porém parou no goleiro brasileiro quando acertou o gol.

Tudo mudou aos 36min, quando Nainggolan deu um lançamento despretensioso para área adversária, Rüdiger refugou e El Sharaawy mostrou oportunismo, cutucando a bola com o pé direito e ampliando a vantagem dos italianos.

Depois do intervalo, o Chelsea se soltou para o ataque em busca de uma reação. Era o que a Roma queria. Com espaço para contra-atacar, a equipe italiana melhorou e fez 3 a 0 aos 18min, quando Perotti recebeu livre, conduziu até a intermediária e mandou no canto de Courtois, assegurando a vitória.

O que é isso, Perotti?

A Roma comemorou muito o 2 a 0 aberto ainda no primeiro tempo contra o Chelsea, mas Diego Perotti se empolgou até demais. No meio da celebração, o argentino enfiou o dedo no ânus do colega El Sharaawy, cena que não passou despercebida pela internet.

WTF! pic.twitter.com/

1AD7ii3Gp3

— 101 Great Goals (@101greatgoals) October 31, 2017

Manchester United se aproxima das oitavas

No Grupo A, o Manchester United venceu a quarta seguida se aproximou das oitavas de final da Liga dos Campeões. A equipe treinada por José Mourinho derrotou o Benfica por 2 a 0, em Old Trafford, com um gol contra do goleiro Svilar e outro de pênalti de Blind. O jovem de 18 anos pulou para defender um chute de Matic e acabou surpreendido com a bola, que bateu na trave, nas costas do camisa 1 e foi para as redes.

O goleiro do Benfica tinha entrado para história da Liga dos Campeões como o mais jovem a defender um pênalti. Aos 15min, ele evitou uma penalidade batida por Martial, que havia sido derrubado dentro da área pelo lateral direito Douglas, titular do Benfica na noite. O United abriu o placar aos 45min e ampliou aos 33min do segundo tempo, em pênalti cobrado por Blind.

Agora com 12 pontos, o time inglês lidera com seis de vantagem a chave, mas ainda pode ficar fora da próxima fase. Para isso, precisaria perder os dois jogos que restam, contra Basel e CSKA Moscou. Os suíços ocupam o segundo lugar no grupo, mas têm os mesmos seis pontos dos russos, que venceram o confronto direto realizado nesta terça na Basileia por 2 a 1. O Benfica é o lanterna, tendo perdido os quatro jogos que fez na competição.

UOL Cursos Online

Todos os cursos